Galeria no Porto recebe exposição de '100 anos de fotografia Leica'

A Galeria Municipal do Porto, nos Jardins do Palácio de Cristal, vai receber, entre quarta-feira e 05 de fevereiro, a exposição 'Eyes wide open! 100 anos de fotografia Leica', com trabalhos de fotógrafos como Eva Kemlein ou Cartier-Bresson.

© iStock
Cultura Jardins do Palácio

"Objeto canónico, fetiche, parte do nosso imaginário coletivo, a máquina Leica (o nome surge da contração das palavras 'Leitz' e 'Camera') esteve na origem de algumas das mais consistentes carreiras na área da fotografia profissional -- do fotojornalismo à fotografia documental, sem esquecer o domínio artístico", pode ler-se na nota divulgada pela Câmara Municipal do Porto.

PUB

Entre os autores expostos na mostra organizada pela autarquia com curadoria de Hans-Michael Koetzle encontram-se fotógrafos portugueses como Gérard Castello-Lopes e Paulo Nozolino, para além de obras icónicas da fotografia mundial como 'A Morte de um Miliciano' de Robert Capa.

A exposição "explora aspetos cruciais da prática e da teoria fotográfica: da evolução tecnológica e estética às preocupações éticas e deontológicas, passando pelas mais livres expressões de artistas (nem todos reconhecidos como fotógrafos, como é o caso de George Grosz) para quem a câmara foi apenas mais um meio de dar a ver o seu mundo".

"Dividida em 14 núcleos, a exposição aborda a forma como o formato de 35mm transformou o olhar fotográfico no contexto da história da arte e da cultura, os efeitos da miniaturização da fotografia no trabalho criativo de amadores, artistas e fotojornalistas e, sobretudo, como a linguagem visual se alterou ao longo das décadas e, com ela, a nossa perceção do mundo", acrescentou o documento da câmara.

 

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS