Meteorologia

  • 24 MAIO 2024
Tempo
15º
MIN 13º MÁX 25º

Primeiro festival 'Porca Lápis' para celebrar os 800 anos de Murça

O município de Murça celebra os 800 anos do primeiro foral, a 08 de maio, com um programa que inclui o Festival Literário Internacional "Porca Lápis", concertos nas igrejas, lançamento de um vinho e uma recriação histórica.

Primeiro festival 'Porca Lápis' para celebrar os 800 anos de Murça
Notícias ao Minuto

12:18 - 24/04/24 por Lusa

País Murça

A 08 de maio assinalam-se os 800 anos do primeiro foral atribuído a Murça pelo Rei D. Sancho II (1224 - 2024).

"Celebramos oito séculos e não podemos descurar aquilo que a data representa para a história da nossa comunidade", afirmou hoje à agência Lusa o presidente da Câmara de Murça, Mário Artur Lopes.

Para o efeito, a autarquia do distrito de Vila Real preparou um conjunto de atividades que envolvem a cultura, o património ou as atividades agrícolas predominantes neste território, como a produção de vinho, que se vai prolongar ao longo do ano, mas com um ponto alto nos meses de abril e maio.

O autarca destacou a primeira edição do "Porca Lápis", um festival literário internacional que se realiza de 03 a 05 de maio e acolhe o nome do monumento ex-líbris do município e está instalado numa praça central da vila.

A iniciativa é organizada pela editora "Edições Esgotadas", é dedicada à celebração da literatura, traz ao território escritores como Violante Saramago Matos, Pedro Chagas Freitas, Nuno Rogeiro e, ao mesmo tempo, pretende homenagear autores locais, nomeadamente o historiador António Borges Coelho.

Durante o evento vai ser lançado o livro dedicado aos 800 anos de Murça, que tem como autor Dionísio Fraga e inclui poemas populares das várias aldeias.

No primeiro dia, o festival vai às escolas, juntando escritores aos alunos, e instala-se, depois, numa tenda montada para o efeito no Parque Urbano de Murça, que se pretende transformar numa "verdadeira biblioteca viva".

O executivo municipal anunciou ainda que, este ano, decidiu atribuir um apoio financeiro ao Agrupamento de Escolas de Murça para a aquisição e distribuição pelos alunos, de forma gratuita, de livros clássicos de literatura como, por exemplo, "O Principezinho", "Bichos" e "Os Maias".

A 08 de maio, dia de feriado municipal, decorre a sessão solene das comemorações, depois será feita uma recriação história da atribuição do foral pela companhia Filandorra -- Teatro do Nordeste e lançado um vinho do Porto 10 anos pela Adega Cooperativa de Murça, numa edição com 800 garrafas.

Depois, a 11 de maio realiza-se a Rota da Porca de Murça, que vai levar os participantes numa descoberta do território, em bicicleta, e, no final desse mês arranca a segunda edição da mostra Vinhos Brancos na Praça.

A 01 de maio há uma caminhada solidária, promovida pelo núcleo de Murça da Liga Portuguesa Contra o Cancro, e um dia antes, na terça-feira, termina a iniciativa "8 Séculos, 8 Concertos, 8 Igrejas", um ciclo de música litúrgica, clássica e ligeira que teve como palco igrejas do concelho.

Este ciclo nasceu da ideia de descentralizar e deslocar as manifestações culturais, alcançando um maior número de pessoas, este ano associadas às celebrações dos 800 anos do município de Murça.

Também na página oficial do município na rede social Facebook estão a ser, desde o início do ano, partilhadas fotografias antigas relacionadas com a Porca de Murça, uma estátua de pedra que é um ex-líbris do município, e de mulheres e homens, numa homenagem às gentes da terra.

Leia Também: Joan Manuel Serrat vence Prémio Princesa das Astúrias das Artes 2024

Recomendados para si

;
Campo obrigatório