Meteorologia

  • 05 MARçO 2024
Tempo
MIN 8º MÁX 16º

Angra do Heroísmo recebe Bienal Ibérica de Património Cultural

A Bienal Ibérica de Património Cultural, evento de referência do setor do património cultural em Portugal, vai decorrer em outubro em Angra do Heroísmo pela "notabilidade argumentativa" da cidade património mundial, disse hoje o Governo açoriano.

Angra do Heroísmo recebe Bienal Ibérica de Património Cultural
Notícias ao Minuto

18:36 - 30/09/23 por Lusa

Cultura Açores

A AR&PA - Bienal Ibérica de Património Cultural, considerada "ponto de encontro privilegiado e fórum de debate para profissionais e instituições dedicadas ao património cultural", vai decorrer de 12 a 15 de outubro na cidade de Angra do Heroísmo, na ilha Terceira, nos Açores, com o tema "Tecnologia & Património".

O presidente do Governo Regional dos Açores, José Manuel Bolieiro, que hoje participou na apresentação do certame, no Palácio dos Capitães Generais, em Angra do Heroísmo, demonstrou satisfação pelo evento, dado que foi a "notabilidade argumentativa" de cidade património mundial que mais peso teve para garantir a sua realização.

No seu discurso, Bolieiro salientou que a bienal vai permitir dar notoriedade ao território e desejou que contribua para que a experiência dos visitantes "seja tão cativante e tão sedutora que permita não só regressos como até [captação de] outros convidados, seus amigos, familiares e gente que potencie a multiplicação da notoriedade" dos Açores e da ilha Terceira enquanto destino turístico.

O líder do executivo açoriano referiu-se ao facto de a iniciativa ser ibérica, lembrou que Portugal e Espanha "já foram donos do mundo", com a celebração do Tratado de Tordesilhas, e desejou que as cidades de Angra do Heroísmo e da Praia da Vitória, na ilha Terceira, possam ser referências nos Açores e em Portugal para a atração turística.

"É possível até construir um roteiro mundial de património cultural identificado, onde se inclui os Açores", admitiu.

Na sua intervenção, José Manuel Bolieiro recordou que em anteriores funções acompanhou a ideia de "por os Açores no roteiro do legado hebraico, porque ajuda a dar notoriedade, porque ajuda à curiosidade e a criar motivações de visita".

A AR&PA resulta da fusão da 'Bienal de la Restauración y Gestión del Patrimonio', promovida pela Junta de Castilla y Leon e que ocorre em Valladolid (Espanha) desde 1998, com a Feira do Património, criada em 2013 em Portugal, pela Spira - revitalização patrimonial.

A bienal é organizada pela Spira, numa parceria estratégica com a Secretaria Regional do Turismo, Mobilidade e Infraestruturas do Governo dos Açores e com a Câmara Municipal de Angra do Heroísmo.

"A sua área expositiva, a diversidade de atividades científicas e profissionais e a sua programação social, lúdica e educativa resultam num evento único, referência no setor, e demonstrativo de como o património cultural pode ser uma fonte inesgotável de inspiração para todos", referiu a organização.

O programa inclui conferências, mesas redondas e as exposições "40 anos de Angra do Heroísmo como Património da Humanidade", "10 anos da AR&PA em Portugal" e "InstaHeritage", entre outras iniciativas.

Estão também previstas demonstrações de técnicas de bordados, de artesanato em madeira e de trabalhos em escama de peixes, concertos, roteiros e visitas guiadas.

A AR&PA conta com a parceria do Ministério da Cultura, do Ministério da Economia e da Junta de Castilla y León (Espanha) e tem o Alto Patrocínio da Presidência da República e o apoio institucional da Comissão Nacional da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO).

Leia Também: Orçamento público deve potenciar "reforço da capacidade empregadora"

Recomendados para si

;
Campo obrigatório