Meteorologia

  • 19 OUTUBRO 2019
Tempo
17º
MIN 13º MÁX 19º

Edição

Clarinetista portuguesa grava álbum de música popular da América Latina

A clarinetista Virginia Costa Figueiredo lança no final de janeiro o álbum "Intuición", de música clássica "baseada em fontes folclóricas da América Latina", explicou à Lusa a portuguesa radicada nos Estados Unidos.

Clarinetista portuguesa grava álbum de música popular da América Latina
Notícias ao Minuto

12:30 - 06/01/19 por Lusa

Cultura Música

O trabalho, com financiamento próprio, demorou três anos a estar pronto e deverá ser lançado através da editora CD Baby, que trabalha com artistas independentes e coloca os álbuns nas maiores plataformas de vendas e 'streaming' online.

Virginia Figueiredo está também em contacto com uma distribuidora nacional para colocar o álbum à venda no mercado português.

'Intuición' é uma colaboração entre a clarinetista e o pianista Lorenzo Sánchez, que surgiu a partir de um interesse comum em "música folclórica tradicional latina" do México e países da América do Sul. Inclui peças "inspiradas em influências de música brasileira", tango, folk e compositores do México, Chile e Cuba.

O processo foi demorado devido à qualidade elevada que a execução de clarinete e piano exige. "Há um processo de rodar o repertório, temos que o viver e depois começar a gravar", explicou a clarinetista.

"O estúdio é extremamente caro e quando se vai tem que estar prontíssimo para gravar, não se pode ir para experimentar", acrescentou.

O público-alvo de 'Intuición' é "bastante específico", disse Virginia Figueiredo, apontando para pessoas interessadas em música clássica, clarinete e piano, mas também "em música de inspiração latina". A capa será uma criação da desenhadora gráfica portuguesa Carlota Terenas.

"Temos uma maneira de analisar a música que tocamos de forma matemática", apontou a artista. Contudo, refere, "quando se trata de um repertório deste estilo, baseado em influências latinas do México e da América do Sul, a tendência é para a interpretação musical ser um pouco mais intuitiva", o que de resto se reflete no título do álbum.

A promoção do trabalho vai passar por uma tour pelo Brasil, Chile, México, entre outros países da América Latina, com previsão para novembro de 2019. Antes disso, a artista portuguesa irá dar concertos em Los Angeles, onde reside, a partir de março.

Virginia Figueiredo, de 39 anos, é professora na Pierce College, Cerritos College e Moorpark College e também está envolvida no programa Harmony Project, baseado no El Sistema da Venezuela e "equivalente" à Orquestra Geração em Portugal. "É um projeto muito intenso e interessante que leva música às zonas mais desfavorecidas de Los Angeles", explicou.

A clarinetista toca ainda com a companhia Pacific Opera Project, cuja temporada que vai começar em fevereiro, e faz gravações para produções cinematográficas em Hollywood.

Em 2018, o seu álbum a solo 'Seule' recebeu a medalha de Prata nos Global Music Awards, quatro anos depois de ter sido galardoada com a Medalha de Ouro pelo trabalho lançado com The Divan Consort, 'Refuge'.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório