Meteorologia

  • 17 DEZEMBRO 2018
Tempo
11º
MIN 10º MÁX 12º

Edição

Vila Real termina o ano com muito jazz, guitarras, teatro e cinema

O Festival Internacional Douro Jazz dá o arranque à programação do Teatro de Vila Real para o quarto trimestre de 2018, que inclui 11 peças de teatro, 24 sessões de cinema, 19 concertos e um recital.

Vila Real termina o ano com muito jazz, guitarras, teatro e cinema
Notícias ao Minuto

12:06 - 18/09/18 por Lusa

Cultura Festival

A casa de espetáculos transmontana anunciou que o último trimestre do ano vai abrir com a 15.ª edição do Festival Internacional Douro Jazz, que vai apresentar oito concertos durante a primeira quinzena de outubro.

O programa do Douro Jazz tem como cabeças de cartaz o trio Mário Laginha, Julian Argüelles e Helge Norbakken, que vai apresentar o álbum "Setembro", e ainda os ingleses Get The Blessing.

O festival faz, nesta edição, uma evocação a grandes nomes da história do jazz.

Neste sentido, o grupo The Legacy, dirigido por Gileno Santana, vai homenagear Miles Davis e o projeto Elas e o Jazz, que junta as vozes de Joana Machado Marta Hugon e Mariana Norton, vai fazer uma revisitação das canções que fizeram a história do jazz.

Neste último período do ano, o Teatro de Vila Real vai apresentar ainda o Ponto de Guitarra, um festival de guitarra em Trás-os-Montes e Alto Douro que inclui quatro concertos.

A abertura deste festival ocorre no dia 02 de outubro e estará a cargo do argentino Eduardo Isaac, que é apresentado pela organização como "uma referência mundial" da área.

Carolina Deslandes, Dead Combo, The Twist Connection, Ditch Days, Jerónimo, Joana Serrat e Whales asseguram outras notas musicais em Vila Real, além da Banda da Armada, que atuará no dia 14 de outubro, em que se assinalam cem anos da morte de Carvalho Araújo.

O cinema está organizado em quatro ciclos, desde o Shortcutz Vila Real, a 2.ª edição do Festival Internacional de Imagem de Natureza (FIIN), uma extensão do DocLisboa, em parceria com a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), e um ciclo dedicado à filmografia duriense de Manoel de Oliveira, com curadoria da Fundação de Serralves.

O Douro vai ser ainda abordado no filme 'Setembro a vida inteira', de Ana Sofia Fonseca.

Nos domínios do teatro ou da performance estão previstas três estreias, coproduzidas pelo Teatro de Vila Real, designadamente "Clarão", da Circolando, "Anjo", de Ángel Frágua, e "Pas de Deux", que representa a estreia do Teatro Experimental do Nordeste (TEN).

Ao palco do Teatro de Vila Real vão subir ainda três clássicos da dramaturgia universal, com os Artistas Unidos a apresentarem "Do alto da ponte", de Arthur Miller, a Companhia de Teatro de Sintra com "Endgame", de Beckett, e João Garcia Miguel com "Medeia", a partir de Eurípides.

A 07 de dezembro, o ator Ruy de Carvalho regressa ao teatro que ajudou a inaugurar há quase 15 anos.

"Trovas & canções, atores, poetas e cantores" é um espetáculo de Paula Carvalho e Paulo Mira Coelho que reúne três gerações de atores em redor da figura de Ruy de Carvalho.

O público infantojuvenil tem vários momentos ao longo deste período, da música ao teatro, passando pelo cinema e pelas possibilidades de formação.

Durante os meses de outubro, novembro e dezembro vão decorrer vários workshops, em diferentes áreas e para diferentes escalões etários, começando logo pelo Douro Jazz, em cujo concerto de encerramento podem participar músicos da região, após uma formação de três dias com os Phantom Trio.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório