Meteorologia

  • 18 JULHO 2018
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 19º

Edição

Filipe Campos Silva designado subdiretor-geral do Património Cultural

O especialista em auditoria financeira Filipe Manuel Campos Silva foi designado subdiretor-geral do Património Cultural, cargo que já ocupava em regime de substituição desde 2015, indica hoje um despacho publicado no Diário da República.

Filipe Campos Silva designado subdiretor-geral do Património Cultural
Notícias ao Minuto

11:58 - 09/07/18 por Lusa

Cultura Diário da República

De acordo com o despacho n.º 6657, Filipe Manuel Campos Silva foi selecionado através de um procedimento concursal realizado pela Comissão de Recrutamento e Seleção para a Administração Pública (CReSAP).

Com base nos resultados obtidos no concurso para o cargo de subdiretor-geral do Património Cultural, e na fundamentação constante da proposta de designação elaborada pelo respetivo júri, o ministro da Cultura, Luís Filipe Castro Mendes, decidiu designar Filipe Campos Silva para o cargo numa comissão de serviço de cinco anos.

Nascido em 1965, Filipe Manuel Campos Silva é pós-graduado em Ciência Política pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade Técnica de Lisboa (ISCSP/UTL) e em Gestão e Controlo dos Dinheiros Públicos pela Universidade Autónoma de Lisboa (UAL).

É também licenciado em Gestão e Administração Pública pelo ISCSP/UTL.

Exerce as funções de subdiretor-Geral da Direção-Geral do Património Cultural, em regime de substituição, desde 01 de agosto de 2015.

É inspetor de finanças da Inspeção-Geral de Finanças desde 1996, tendo efetuado auditorias financeiras, de conformidade, de empreitadas e de desempenho a cerca de trinta entidades públicas e privadas.

Coordenou a Unidade de Auditoria Interna da Direção-Geral do Património Cultural (2014/2015), foi controlador financeiro da Unidade Nacional de Gestão do Mecanismo Financeiro do Espaço Económico Europeu (2012/2013) e diretor de Serviços de Gestão da Direção-Geral dos Arquivos (2008/2012).

Foi ainda assessor técnico da Unidade de Informação Financeira da Polícia Judiciária (2003/2004); chefe da Divisão de Gestão Financeira da Assembleia da República (2002/2003); e técnico superior da Direção-Geral do Desenvolvimento Regional (1990-1996).

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.