Meteorologia

  • 21 JUNHO 2018
Tempo
23º
MIN 22º MÁX 23º

Edição

Festival Giacometti desencadeia reboliço criativo em Ferreira do Alentejo

A Câmara de Ferreira do Alentejo vai lançar um novo festival de músicas e culturas populares para "desencadear um reboliço criativo" e explorar a "ligação forte" do concelho com o etnomusicólogo Michel Giacometti.

Festival Giacometti desencadeia reboliço criativo em Ferreira do Alentejo
Notícias ao Minuto

12:00 - 23/05/18 por Lusa

Cultura Beja

"Lançamos o Festival Giacometti para desencadear um autêntico reboliço criativo no concelho de Ferreira do Alentejo, envolvendo a comunidade e atraindo parcerias", explica o município do distrito de Beja num comunicado enviado à agência Lusa.

O festival pretende também "explorar" a "ligação forte" existente entre Michel Giacometti e o concelho, onde, em 1968, o etnomusicólogo fez várias recolhas relacionadas com o cante alentejano, nomeadamente na vila de Ferreira do Alentejo e nas aldeias de Peroguarda e Figueira dos Cavaleiros, refere a autarquia.

Segundo o município, a primeira edição do festival, dedicado às músicas e culturas de raiz popular e que terá periodicidade anual, vai decorrer entre os dias 01 e 03 de junho e incluir iniciativas em várias localidades do concelho.

O festival vai ter uma programação diversificada em várias áreas, como música, dança, gastronomia, antropologia e cinema, e quer "acolher para si desafios culturais" ao apostar num cartaz de várias expressões contemporâneas nacionais e internacionais, "fazendo coabitar tradição e criatividade".

Nos próximos anos, o festival "pretende tornar-se um eixo importante no panorama cultural português e, em simultâneo, contribuir positivamente para o debate social e ambiental no mundo", explica o município.

Da programação do festival, na área da música, destacam-se concertos da cantora espanhola Rosalía Mowgli, do Grupo Folclórico de Pauliteiros de Cércio de Miranda do Douro e do cantor e tocador de viola campaniça Pedro Mestre e sessões dos DJ Rita Só, 4lquimia e KennyStones.

Na área do cinema, o festival vai incluir exibições dos filmes "O descanso na intensidade das cores", sobre o quotidiano das gentes da comuna romena Sapânta situada na Transilvânia, "Povo que canta, alguns episódios", sobre recolhas de Giacometti, e "Fonko", dedicado à "grande revolução musical" que está a decorrer em África com novos estilos de música de dança, como 'kuduro', 'coupé-décalé' e 'ndombolo'.

Um desfile de mais de 450 crianças do concelho com esquilas artesanais, deambulações pelas ruas do grupo Os Chocalheiros de Vila Verde de Ficalho, exposições, oficinas, palestras, mercado e concurso de popias, gaspacho popular, degustação de cervejas artesanais do Baixo Alentejo e largada de pombos são outras iniciativas do festival.

Segundo o município, a "figura que dá o nome ao festival", Michel Giacometti, que nasceu em Ajaccio, na Córsega, em 1929, e morreu em Faro, em 1990, foi um etnomusicólogo "muito importante" e "fez um trabalho notável" de recolha e investigação em prol da cultura popular, nomeadamente nas áreas da literatura oral, música, dança e medicina tradicional.

Giacometti fez "importantes" estudos e recolhas em Portugal e "muitos trabalhos no concelho" de Ferreira do Alentejo, onde estabeleceu "laços profundos" com a comunidade local, sobretudo com a de Peroguarda.

Algum do espólio do etnomusicólogo está no Museu Municipal de Ferreira do Alentejo e, devido à ligação que tinha com o concelho e por vontade própria, os seus restos mortais estão sepultados em Peroguarda.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.