Meteorologia

  • 10 AGOSTO 2022
Tempo
19º
MIN 18º MÁX 26º
Imobiliário Habitação Trinta casas aderem ao Dia do Acolhi...

Trinta casas aderem ao Dia do Acolhimento com diversas iniciativas

Cerca de trinta casas de acolhimento já apresentaram à Plataforma de Apoio a Jovens Ex-Acolhidos (PAJE) as iniciativas que pretendem realizar esta sexta-feira, "Dia do Acolhimento", que pela primeira vez se realiza em Portugal.

Trinta casas aderem ao Dia do Acolhimento com diversas iniciativas
Notícias ao Minuto

15:35 - 18/02/22 por Lusa

Casa Dia do Acolhimento

"Temos várias casas que já nos disseram o que é que estão a fazer. Falamos de amanhã ser o pequeno-almoço de sumo natural de laranja e croissants, de mensagens inspiradoras colocadas nas mochilas das meninas, por exemplo, de surpresas ao longo do dia, entre outras", disse à agência Lusa, o presidente da direção da PAJE, João Pedro Gaspar.

"Entre 30 e 40 casas de acolhimento responderam afirmativamente ao desafio, dizendo que amanhã irão levar a cabo iniciativas para dar mais voz aos jovens acolhidos", acrescentou.

A propósito da celebração do "Dia do Acolhimento" que se vai realizar pela primeira vez em Portugal, na sexta-feira, a Plataforma de Apoio a Jovens Ex-acolhidos desafiou cerca de 400 casas de acolhimento do país a associarem-se, através de assembleias de crianças/jovens onde possam debater e fazer-se ouvir relativamente a questões relacionadas com o funcionamento de cada instituição.

"Na PAJE sabemos que o que se passa na infância não fica na infância e as mais de 6.500 crianças e jovens entregues aos cuidados do Estado merecem que a sociedade olhe para eles e para quem deles cuida acreditando no seu potencial", sublinhou.

A Plataforma de Apoio a Jovens Ex-acolhidos preparou um evento 'online' que conta com a participação de diversas entidades envolvidas no âmbito desta temática.

A associação estima que este evento conte com "largas centenas de participantes".

O evento contará ainda com a participação de jovem acolhidos e ex-acolhidos, com relatos de "trajetórias de resiliência e superação".

Outra das atividades previstas é a proposta de criação de uma assembleia de jovens, para serem discutidos vários assuntos, designadamente sugestões de melhoria de procedimentos ou organização da casa de acolhimento.

A iniciativa pretende assumir-se como uma "oportunidade de ouvir os verdadeiros especialistas em acolhimento - quem lá vive ou viveu - criando igualmente condições para que, através das suas trajetórias de superação, possam inspirar outros jovens com vivências de acolhimento", concluiu.

Leia Também: França rejeita saída do Mali e adverte sobre a segurança dos soldados

Campo obrigatório