Viana cria roteiro para mostrar arte de colar milhares de pétalas

A arte popular de confeção dos andores floridos das festas de Alvarães, em Viana do Castelo, com milhares de pétalas fixadas com uma cola feita à base de farinha e água, dá o mote para o roteiro que decorre, na sexta-feira à noite.

© Reuters
Cultura Viana do Castelo

PUB

Intitulada 'Roteiro dos Andores' a iniciativa conduz o visitante, através de uma placa explicativa, permitindo-lhe conhecer o tema e a história de cada um dos andores que desfilam no domingo pelo centro da freguesia.

"Ao longos dos anos temos sentido que as pessoas querem ver de perto esta arte e até participar e, por isso, este ano, decidiu-se criar o roteiro e proporcionar este convívio", explicou, presidente da Junta de Freguesia de Alvarães, Fernando Martins.

Aquela tradição, com mais de 70 anos cumpre-se, anualmente, na Festa de Santa Cruz e Andores Floridos, que começa na sexta-feira e decorre até domingo.

Os 11 andores são confecionados com pétalas fixadas com uma cola feita à base de farinha e água. A humidade daquela mistura permite que os milhares de pétalas utilizadas permaneçam "viçosas e coloridas" durante vários dias, preservando o "cheiro" de cada flor, que também caracteriza aqueles andores.

Um trabalho minucioso que através da conjugação das cores e texturas das pétalas forma desenhos temáticos, transformando os andores em verdadeiras obras de arte popular.

O trabalho de confeção tem lugar, normalmente, no pátio das casas dos mordomos. Começa às 20:00 de sexta-feira e só é dado por concluído na madrugada de sábado.

Chegam a juntar-se, à volta de cada um deles, três dezenas de "artífices", gente de todas as idades e profissões que, pétala a pétala, dá forma a vários motivos religiosos, paisagísticos e monumentais.

No domingo, os andores são levados em procissão aos ombros dos mordomos, para admiração dos milhares de forasteiros que todos os anos se deslocam a Alvarães para apreciar aquelas autênticas obras de arte popular.

Os andores e cruzes floridas, ex-líbris de Alvarães são uma tradição que data de 1946. Nessa altura, foram confecionados com flores naturais para coroação da Senhora de Fátima. A ideia foi tão bem acolhida pela população que se mantém viva até aos dias de hoje.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias Ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser