Meteorologia

  • 19 ABRIL 2018
Tempo
23º
MIN 20º MÁX 26º

Edição

Vozes ao Minuto

Vozes ao Minuto

Vozes com opinião. Todos os dias.

"Em Portugal, fomos a marca da indústria que mais cresceu em 2017"

O próximo topo de gama da marca, o P20 Pro’, chega esta semana às lojas. A esse propósito, o diretor de vendas da Huawei Portugal, Tiago Flores, é o entrevistado de hoje do Vozes ao Minuto.

"Em Portugal, fomos a marca da indústria que mais cresceu em 2017"
Notícias ao Minuto

02/04/18 por Miguel Patinha Dias

Tech Tiago Flores

Foi na semana passada que a Huawei revelou a série P20 à qual pertencem os seus novos topos de gama. Com o P20 já no mercado, é esta semana (dia 6) que chega às lojas o P20 Pro com a sua muito falada câmara tripla.

O Huawei P20 Pro promete ser um candidato a ter em conta por parte dos entusiastas de smartphones, representando também um novo passo da Huawei no ataque às rivais Samsung e Apple. Ainda que esteja no terceiro ‘posto’ do ranking das marcas com maior número de smartphones vendidos, a Huawei ainda tem de dar ‘salto’ que permite ultrapassar as concorrentes, tendo já uma estretégia para o fazer.

Em entrevista via e-mail com o Tech ao Minuto, o diretor de Vendas da Huawei Portugal, Tiago Flores, parece confiante que a ‘chave’ para notabilizar a marca está na inovação. Por este motivo, a empresa tem feito uma aposta constante ao longo dos últimos anos em Investigação & Desenvolvimento (I&D) que lhe valeu a 13.ª posição no ranking das empresas mais inovadoras do mundo da Fast Company em 2016. Agora, em 2018, a Huawei promete continuar a fazê-lo apostando em Inteligência Artificial, redes 5G e plataformas ‘cloud’.

A Huawei atingiu a liderança de mercado em alguns segmentos relevantes e ocupa a 2.ª posição com uma quota superior a 20%A Huawei começou a ser conhecida em Portugal como uma fabricante de telemóveis de baixa/média gama. O que fizeram para mudar esta perceção?

A constante inovação que todos os anos temos vindo a desenvolver com os novos produtos que introduzimos no mercado, desde o P9 com uma câmara dupla e agora com o P20 Pro – o primeiro smartphone com câmara tripla e assistido por Inteligência Artificial – a par da nossa aposta em produtos ‘premium’, são fatores que têm sido reconhecidos pelos consumidores.

Em Portugal, fomos a marca da indústria que mais cresceu em 2017. A Huawei atingiu a liderança de mercado em alguns segmentos relevantes e ocupa, neste momento, de forma destacada, a 2.ª posição com uma quota superior a 20%.

A Huawei é uma marca focada no consumidor, procuramos acima de tudo estar próximos do consumidor, com experiências diferenciadoras, trazendo inovação tecnológica relevante para o seu dia a dia. Um dos exemplos deste posicionamento que temos em Portugal, é a abertura em 2017 de dois centros de experiência Huawei – um em Lisboa e outro no Porto – que nos permitem ter um contacto mais direto com os consumidores, oferecer soluções na hora para serviços de reparação e ao mesmo tempo permitir aos consumidores a experiência interativa com as últimas novidades da marca Huawei. Acreditamos que a forte aposta no que o consumidor espera de uma marca e no que pretende de um smartphone foram e continuam a ser fatores importantes para o crescimento que temos registado em Portugal.

Também através da comunicação estamos cada vez mais próximos dos nossos consumidores, refletindo a preocupação em oferecer sempre a melhor experiência dos nossos produtos e soluções.

Inteligência Artificial, 5G e Cloud são os exemplos mais visíveis de investimento e dedicação onde a Huawei tem lideradoUma presença recorrente no 'top 3' das marcas mais vendidas de smartphones em todo o mundo, a Huawei manifestou o desejo de ultrapassar não só a Apple como a Samsung. O que falta fazer?

Um dos focos da Huawei é sem dúvida a investigação e desenvolvimento de novas tecnologias que nos leva a estar na vanguarda, e que sejam relevantes para os consumidores.

A Huawei, nos últimos 10 anos, tem aumentado o seu investimento em I&D (45 mil milhões de dólares ou o equivalente a 36,5 mil milhões de euros) e de acordo com as estatísticas, já em 2016 entrou para o Top 10 das marcas que mais investem em I&D. Globalmente temos 15 centros dedicados a I&D e 36 centros somente focados em inovação.

Inteligência Artificial, 5G e Cloud são os exemplos mais visíveis deste investimento e dedicação onde a Huawei tem liderado.

Os índices de confiança, inovação, qualidade, consideração e preferência têm tido crescimentos notáveis, demonstrando que os consumidores reconhecem essas características na Huawei. A inovação contínua e qualidade dos smartphones da Huawei, bem como a atenção que temos dado aos ‘insights’ dos nossos consumidores têm sido a reposta que impulsiona a vontade de continuar a crescer e assumir a liderança.

O desenvolvimento destas parcerias, inclusive em Portugal, com parceiros locais, vai continuar a ser um dos nossos focosAs parcerias - como a da Leica ou da Porsche - parecem estar no ADN da Huawei. É esta a fórmula para o sucesso?

A Huawei está focada em maximizar a experiência do consumidor e estas parcerias, entre elas as parcerias com a Leica, com a Porsche Design e com a Pantone Institute, têm dado resposta a esse foco, que nos leva à base do nosso sucesso.

O desenvolvimento destas parcerias, inclusive em Portugal, com parceiros locais, vai continuar a ser um dos focos da Huawei.

De acordo com a experiência da Huawei, qual é a caraterística mais importante para o comprador de um smartphone da marca?

Um dos focos da Huawei é ouvir os consumidores, não só no contacto direto mas também através de estudos realizados por prestigiadas empresas de tendências de mercado.

O que os estudos nos mostram é que atualmente os consumidores querem um smartphone com uma variedade de funcionalidades de alta qualidade como uma câmara que lhes permita fazer ‘zoom’ sem perder a qualidade e os detalhes, ter a câmara sempre preparada para tirar fotografias perfeitas e, mesmo em condições de luz reduzida, garantir a fotografia perfeita à primeira (sem ficar tremida) e uma bateria de longa duração, (aliás a bateria é um dos fatores mais influentes na decisão de compra).

A todos estes desejos dos consumidores a Huawei responde com estes novos modelos Huawei P20 e Huawei P20 Pro assistidos pela Inteligência Artificial na fotografia e também na maximização do desempenho da bateria.

Os novos Huawei P20 Series representam uma nova era na indústria da mobilidade: a dos chamados 'intelligence phones'O que pretendem oferecer com o Huawei P20? Aposta contínua na qualidade ou podem os seguidores da marca esperar algo verdadeiramente novo?

O lançamento dos novos Huawei P20 Series está a marcar a agenda do dia. Estes equipamentos representam uma nova era na indústria da mobilidade: a dos chamados ‘intelligence phones’. O Huawei P20 e o Huawei P20 Pro conseguem de facto perceber o consumidor, melhorando as suas tarefas do dia a dia.

O Huawei P20 Pro tem o sistema de fotografia mais avançado do mundo - o primeiro smartphone com tripla câmara co-desenvolvida com a Leica e assistido por inteligência artificial.

Por exemplo o sistema de três lentes, o que permite ter um ‘zoom’ híbrido 5x (Huawei P20 Pro) e desta forma fotografar até seis metros de distância sem perda de definição. O sensor de 40MP com a tecnologia Light Fusion permite obter fotografias de elevada qualidade mesmo em condições de luz reduzida – as festas com os seus amigos e família, à noite, podem ser recordadas com todos os detalhes, sem perder contraste nem qualidade de imagem.

O Huawei P20 e Huawei P20 Pro também reconhecem automaticamente através da Inteligência Artificial o objecto que pretende fotografar em tempo real e ajustam as definições da câmara para uma fotografia sempre perfeita. Por exemplo, quando fotografamos uma paisagem, a linha do horizonte nunca é captada direita, mas estes modelos assistidos por Inteligência Artificial conseguem automaticamente alinhar a linha do horizonte.

Para além disso, a Inteligência Artificial também faz a gestão e maximiza o desempenho da bateria destes modelos, adaptando-a ao perfil de cada utilizador. Através do SuperCharger (carregador de bateria super rápido) pode carregar até 58% da sua bateria em apenas 20 min.

Portugal tem sido recetivo à Huawei? Qual é a posição da marca no nosso país?

Portugal tem sido bastante recetivo aos produtos da Huawei, e isso é revelado pelo excelente desempenho da marca nos últimos anos.

Destaco o facto de a Huawei ser considerada pelos consumidores portugueses Escolha do Consumidor 2018 relativamente ao desempenho da marca em 2017, o que nos motiva mais a continuar o caminho que estamos a percorrer.

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.