Meteorologia

  • 11 DEZEMBRO 2017
Tempo
12º
MIN 11º MÁX 13º

Edição

Governo "andou ao ziguezague" no descongelamento de carreiras

O candidato à presidência do PSD Rui Rio considerou hoje que o Governo "andou ao ziguezague" na questão do descongelamento das carreias, devido à "obediência" às forças que o suportam no parlamento.

Governo "andou ao ziguezague" no descongelamento de carreiras
Notícias ao Minuto

19:18 - 23/11/17 por Lusa

Política PSD

"Quando um governo dá um passo nesse sentido tem que saber exatamente até onde pode ir não apenas com uma classe profissional, mas com todas as classes. O Governo promoveu uma medida de ziguezague, andou para trás e para a frente, de certa forma às ordens dum sindicato, a FENPROF, provavelmente porque tem uma solução no parlamento que o obriga a alguma obediência ao PCP e ao BE", declarou Rui Rio.

O candidato, que falava aos jornalistas, em Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, após uma audiência com o líder regional do PSD, Duarte Freitas, adiantou que o executivo de António Costa "abriu uma caixa de Pandora" porque, agora, outras classes profissionais, de "forma correta e justa", podem reivindicar o mesmo.

Sobre a localização da sede do Infarmed, Rui Rio considerou que a "questão deveria ter sido gerida de forma diferente e não como compensação por aquilo que aconteceu com a Agência Europeia do Medicamento".

A decisão de transferir a sede do Infarmed de Lisboa para o Porto a partir de 01 de janeiro de 2019, anunciada na terça-feira pelo ministro da Saúde, deveria acontecer no âmbito de uma "política estruturada para pegar em muitos institutos públicos importantes e distribui-los, de forma harmoniosa, pelo país", a longo prazo, defendeu.

O candidato à liderança do PSD adiantou ainda que o "melhor exemplo" que pode dar, e que constituiu "um erro tremendo", foi quando a API -Agência Portuguesa para o investimento foi criada no Porto", com Miguel Cadillhe a aceitar a sua presidência para, a partir daquela cidade, lançar o organismo.

"Foi feita a fusão com o ICEP, que deu origem ao AICEP, que deveria ter ficado no Porto, como poderia ser em Braga, Famalicão, Guimarães, Aveiro, no Norte, onde está o principal tecido empresarial português, e quando demos por nós estava tudo, outra vez, em Lisboa", referiu.

Segundo Rui Rio, que é também antigo presidente da Câmara do Porto, a decisão da Infarmed é "bem-intencionada, mas mal feita, sem o devido cuidado".

Duarte Freitas não se comprometeu com nenhuma das candidaturas à liderança do PSD, considerando que a estrutura regional dos Açores "institucionalmente não toma posição".

Rui Rio e o antigo primeiro-ministro Pedro Santana Lopes disputam as eleições diretas de 13 de janeiro próximo destinadas a escolher o sucessor de Pedro Passos Coelho na presidência do PSD.

Após a eleição do novo líder social-democrata por voto direto dos militantes, realiza-se o Congresso Nacional do PSD, marcado para 16, 17 e 18 de fevereiro.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório