"Governo celebra com júbilo um ano em funções. Não se percebe porquê"

Vice-presidente do PSD ataca o Partido Socialista e aquilo que foi feito ao longo do primeiro ano de governação apoiado pelos partidos da Esquerda.

© Global Imagens
Política Teresa Morais

Teresa Morais não poupa críticas ao Executivo quando se trata de celebrar um ano de governação socialista.

PUB

Para a social-democrata, os últimos dias têm sido de “celebração da mediocridade” até porque, sublinha, “quem conheça a realidade do país dificilmente compreenderá tanta satisfação”.

“Em 2016 o crescimento económico é inferior ao de 2015. Em 2016 o investimento caiu abruptamente. Em 2016 os valores das exportações são inferiores aos de 2015. Em 2016 a dívida subiu para níveis históricos, nunca antes registados. O ano de 2016 foi perdido para o nosso desenvolvimento”, começa por afirmar, para de seguida questionar: “Mas então o governa celebra o quê? Estar a tentar baixar umas escassas décimas no défice que já estava abaixo de 3%?”.

E nesta senda pergunta, ironicamente, o que faria o Governo “se tivesse conseguido baixar o défice de 11% do tempo de Sócrates para menos de 3%, como fez o anterior governo”.

Perante os dados apresentados, a ex-ministra da Cultura defende que “não pode ser esse o feito celebrado” pois, frisa, é “muito pouco para celebrar”.

“Verdadeiramente o governo só tem uma coisa para celebrar: um ano de propaganda”, remata.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS