Meteorologia

  • 23 JUNHO 2024
Tempo
25º
MIN 17º MÁX 30º

"Sabemos que o ID tem ligações à Rússia e a Putin e dizem-no abertamente"

O cabeça de lista do Livre às eleições europeias, Francisco Paupério, afirmou hoje que as ligações da extrema-direita à Rússia e a Vladimir Putin não são uma novidade e demonstram a intenção de "destruir a democracia por dentro".

"Sabemos que o ID tem ligações à Rússia e a Putin e dizem-no abertamente"
Notícias ao Minuto

20:00 - 29/05/24 por Lusa

Política Europeias

"Sabemos que o ID (Identidade e Democracia, grupo político do Parlamento Europeu que integra o Chega) tem ligações à Rússia e a Putin e dizem-no abertamente. Este tipo de ligações só vem provar algo que o Livro diz há muito tempo, que a extrema-direita e o Chega estão no Parlamento Europeu para destruir a democracia por dentro", considerou.

Francisco Paupério, que esteve hoje em campanha em Coimbra, reagia às buscas nos gabinetes de um colaborador do Parlamento Europeu em Bruxelas e Estrasburgo, no âmbito de uma investigação sobre suspeitas de ingerência russa e corrupção.

Segundo uma fonte próxima do caso, as buscas em curso visam um antigo assistente parlamentar do eurodeputado alemão Maximilian Krah, do partido de extrema-direita Alternativa para a Alemanha (AfD).

"Não é um primeiro, nem segundo, nem terceiro sinal. É algo comum dentro do grupo do Chega e a União Europeia (UE) terá de fazer alguma coisa em relação a isso", continuou o candidato às eleições europeias de 09 de junho, sublinhando que esse será um momento decisivo.

"Os portugueses têm que decidir se querem uma UE de paz, cooperação, solidariedade e com futuro, ou um a UE decepada, com menos estados-membros e guerras internas", afirmou.

Olhando para os próximos cinco anos, Francisco Paupério alertou que as próximas eleições serão decisivas para a defesa da democracia, mas também para a defesa do planeta, no que respeita às metas climáticas, e lembrou que "o mandato não pode ir abaixo a meio".

"Todas as crises que vão aparecer vão ter de ser resolvidas por este Parlamento Europeu. Dia 09 de junho, a população tem a escolha de decidir como é que queremos resolver essas crises", insistiu.

Leia Também: Livre quer ferrovia a ligar todas as cidades europeias até 2035

Recomendados para si

;
Campo obrigatório