Meteorologia

  • 27 MAIO 2024
Tempo
19º
MIN 14º MÁX 22º

IRS? IL acusa Governo de "fazer igual ao PS" e BE fala em "embuste"

A IL acusou hoje o PSD de "fazer igual ao PS e não baixar o IRS", considerando uma vergonha que a redução do imposto ronde afinal os 200 milhões de euros, enquanto o BE fala num embuste.

IRS? IL acusa Governo de "fazer igual ao PS" e BE fala em "embuste"
Notícias ao Minuto

11:08 - 13/04/24 por Lusa

Política IL

"Vergonha: PSD faz igual ao PS e não baixa o IRS. O choque fiscal prometido é mentira", lê-se numa publicação na página oficial da Iniciativa Liberal (IL) na rede social X (antigo Twitter).

Nesta mensagem, a IL defende que é "o único partido em quem os portugueses podem confiar para baixar o IRS" e o único "que faz as questões certas", salientando que, no debate do programa do Governo, no parlamento, tinham questionado o primeiro-ministro sobre o assunto.

"Montenegro faz praticamente igual a António Costa. A IL nunca poderia integrar um Governo que não tem vontade de baixar o IRS aos portugueses, continuando a extração fiscal brutal do PS. Com a IL, o IRS baixaria a sério e os salários aumentariam de forma significativa imediatamente", lê-se.

Por sua vez, a coordenadora do BE, Mariana Mortágua, também reagiu na rede social X às declarações do ministro das Finanças, que clarificou que os 1.500 milhões de euros de redução do IRS que tinham sido anunciados por Luís Montenegro afinal representam cerca de 200 milhões.

"A descida do IRS é afinal um embuste. A única promessa que não era a brincar é a redução do IRC sobre os lucros das grandes empresas. Ao fim de uma semana, a imprensa já pede desculpa aos leitores por ter acreditado em Montenegro", lê-se numa publicação de Mariana Mortágua.

Em entrevista à RTP esta sexta-feira, o ministro das Finanças, Miranda Sarmento, defendeu que a redução de IRS prometida pelo Governo é "mais ambiciosa" do que a medida que vigora desde o início de 2024, mas clarificou que rondará os 200 milhões de euros.

Miranda Sarmento clarificou assim que os 1.500 milhões de euros de alívio no IRS referidos pelo primeiro-ministro esta quinta-feira, no início do debate do programa do Governo, não vão somar-se aos cerca de 1.300 milhões de euros de redução do IRS inscritos no Orçamento do Estado para 2024 e já em vigor.

Leia Também: "Embuste" e "fraude"? Afinal, descida do IRS vai rondar os 200 milhões

Recomendados para si

;
Campo obrigatório