Meteorologia

  • 05 FEVEREIRO 2023
Tempo
10º
MIN 8º MÁX 18º

Cotrim devia ter sido eleito para vice da AR, diz Porfírio Silva

Porfírio Silva deixou uma mensagem, nas redes sociais, onde teceu alguns comentários acerca do chumbo de dois 'vices' do Chega na Assembleia da República.

Cotrim devia ter sido eleito para vice da AR, diz Porfírio Silva

Porfírio Silva, deputado pelo PS, escreveu, nas redes sociais, um comentário sobre o chumbo de dois 'vices' do Chega na Assembleia da República, onde revela concordar com o chumbo do candidato do Chega, mas não vê "razão" para a IL não ter a sua "quota". 

"Eleição dos Vice-presidentes da Assembleia da República. O candidato do protofascista não passou. Ainda bem. O candidato liberal também não passou - e isso acho mal, porque não concordo com a IL, mas não vejo razão para não terem a sua quota na condução dos trabalhos do parlamento", pode ler-se num post na rede social Facebook.

Porfírio vai mais longe e fala mesmo em "desorientação política em certas agremiações", referindo-se ao PSD, dizendo "o PS votou massivamente no candidato do PSD, porque, divergências à parte, entendemos que o PSD tem o seu papel a desempenhar na Casa da Democracia".

"Entretanto, o PSD acolhe os votos do PS aos seus candidatos, mas, no segredo da urna, encolhe-se e nega os seus votos aos candidatos do PS. E regozijam com a pública demonstração do seu umbiguismo", considera. 

Numa reação no final das votações, na Assembleia da República, o líder parlamentar do PS, Eurico Brilhante Dias, referiu que "os jornalistas têm acesso aos resultados parciais das votações e não é difícil perceber qual foi o partido político que quis inviabilizar a candidatura do deputado João Cotrim Figueiredo".

Mais tarde, Rui Rio reagiu no Twitter. "Para o PS, perante o chumbo de dois candidatos numa mesma eleição, num caso é um resultado natural, no outro há culpados. Culpados ... de votarem".

Os candidatos indicados pelo Chega e pela Iniciativa Liberal Diogo Pacheco de Amorim e João Cotrim Figueiredo, respetivamente, falharam a eleição para o cargo de vice da Assembleia da República esta quinta-feira. Numa segunda votação, Gabriel Mithá Ribeiro (Chega) também foi rejeitado pelos deputados.

Foram eleitos apenas dois dos quatro candidatos a vice-presidente, Edite Estrela (PS) e Adão Silva (PSD).

Leia Também: Extrema-direita na mesa da AR? Deputados do BE e PSD trocam acusações

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório