Meteorologia

  • 14 ABRIL 2021
Tempo
17º
MIN 14º MÁX 21º

Edição

Maioria dos candidatos queima últimos cartuchos com campanha na rua

A maioria dos candidatos a Belém vai andar hoje pelas ruas do país, uns pelo Porto, outros por Lisboa e Setúbal, para queimar os últimos cartuchos de uma campanha eleitoral que termina já na sexta-feira.

Maioria dos candidatos queima últimos cartuchos com campanha na rua
Notícias ao Minuto

09:50 - 21/01/21 por Lusa

Política Presidenciais

A ex-eurodeputada Ana Gomes continua pelo Norte e começa o dia em Vila Nova de Gaia, com uma visita ao Complexo de Neurointervenção da Cruz Vermelha Portuguesa, seguindo depois para a freguesia de Custoias, em Matosinhos, onde visita a associação de proteção animal MIDAS.

Da parte da tarde, a campanha da candidata apoiada pelo PAN e pelo Livre é à distância e depois da habitual sessão 'online' das 18:00, hoje sobre segurança e Portugal num contexto europeu e global, participa num comício virtual a partir do Coliseu do Porto, em que participam figuras como o escritor Manuel Alegre, o presidente do Conselho Económico e Social, Francisco Assis, e Isabel Barroso Soares.

Marisa Matias está de regresso às origens e reservou o penúltimo dia da campanha para visitar a sua aldeia, Alcouce, em Condeixa-a-Nova.

À noite, a candidata bloquista realiza o habitual comício virtual, hoje a partir da Alfândega do Porto, onde estarão também a porta-voz do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, e o músico Miguel Guedes.

Também pela zona do Porto vai estar João Ferreira, que logo pelas 10:00 tem uma audição sobre serviços públicos no Arquivo Municipal de Gaia. Depois disso, atravessa o Douro para um encontro com o escritor Valter Hugo Mãe, na Resistência Artística da Casa do Vinho Verde, no Porto.

À tarde, o candidato do PCP encontra-se com trabalhadores das empresas Petrogal e Efacec no Centro Cultural Leça do Bailão e participa numa sessão pública em São Paio de Merelim, no concelho de Braga.

Estava previsto que o dia de João Ferreira terminasse com os trabalhadores da Casa da Música, no Porto, mas o encontro passou para o espaço virtual e vai realizar-se por videoconferência.

Quem está desde sexta-feira a fazer campanha a partir de casa é o presidente do partido RIR - Reagir, Incluir, Reciclar e recandidato à Presidência da República, Vitorino Silva, e hoje é a vez de ouvir por videoconferência profissionais do setor da cultura e o movimento da Greve Climática Estudantil.

Em Setúbal, o candidato de extrema-direita André Ventura vai estar pelas 15:30 no Auditório Charlot e à noite realiza mais um comício num hotel.

Tiago Mayan Gonçalves, apoiado pela Iniciativa Liberal, também tem privilegiado o teletrabalho e hoje não é exceção. Por videoconferência, vai reunir com a Creative Science Park, um parque de ciência e inovação em Aveiro, a Associação Comercial de Braga e a Associação Vimarense de Hotelaria.

O atual chefe de Estado e recandidato, Marcelo Rebelo de Sousa, que tem andado pelas ruas nos últimos dias, tem previstas duas ações de campanha para hoje, mas sem indicação, para já, do local.

As eleições presidenciais, que se realizam em plena pandemia de covid-19 em Portugal, estão marcadas para 24 de janeiro e esta é a 10.ª vez que os portugueses são chamados a escolher o Presidente da República em democracia, desde 1976. A campanha eleitoral decorre até 22 de janeiro.

Concorrem às eleições sete candidatos, Marisa Matias (apoiada pelo Bloco de Esquerda), Marcelo Rebelo de Sousa (PSD e CDS/PP) Tiago Mayan Gonçalves (Iniciativa Liberal), André Ventura (Chega), Vitorino Silva, mais conhecido por Tino de Rans, João Ferreira (PCP e PEV) e a militante do PS Ana Gomes (PAN e Livre).

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório