Meteorologia

  • 18 JULHO 2019
Tempo
25º
MIN 22º MÁX 28º

Edição

Bloco aprova hoje programa eleitoral e primeiros candidatos

A Mesa Nacional do BE, órgão máximo entre convenções, reúne-se hoje para aprovar o programa eleitoral e os primeiros candidatos do partido à Assembleia da República nas próximas eleições legislativas.

Bloco aprova hoje programa eleitoral e primeiros candidatos
Notícias ao Minuto

06:10 - 06/07/19 por Lusa

Política Eleições

Depois da reunião, que decorre num hotel de Lisboa, a coordenadora do BE, Catarina Martins, dará um conferência de imprensa, pelas 16:45, na qual anunciará as conclusões da Mesa Nacional.

Fonte oficial do BE avançou à agência Lusa que o partido, "assumindo o compromisso com a continuidade do combate à austeridade, apresentará às próximas eleições legislativas um programa que aprofunda a recuperação de rendimentos que se verificou nos últimos anos".

A defesa do país, na perspetiva do BE, "exige escolhas claras, de que são exemplo a restruturação da dívida e a recuperação dos bens públicos".

"O Bloco apresentará nas próximas eleições um programa comprometido com a revolução energética para combater as alterações climáticas, com a defesa dos serviços públicos e com uma estratégia económica que valoriza o emprego e os rendimentos de quem trabalha ou trabalhou", revelou ainda.

A vertente económica deste programa eleitoral será depois apresentada, no domingo, numa sessão pública no Teatro Thalia, contanto com a participação de Catarina Martins e da deputada e dirigente Mariana Mortágua.

Segundo os estatutos do BE, compete "à Mesa Nacional, sob proposta das assembleias distritais e regionais, decidir sobre a primeira candidata ou candidato", no caso de círculos com até três deputados, das listas à Assembleia da República e às Assembleias Legislativas das Regiões Autónomas da Madeira e dos Açores.

Nos restantes círculos, a competência da Mesa Nacional é "sobre o primeiro quinto de candidatas e candidatos".

A escolha do cabeça de lista em Santarém já gerou polémica uma vez que o BE distrital condenou, na semana passada, a "intromissão" dos órgãos nacionais em decisões locais e em "matérias que são da sua exclusiva competência" e manifestou-se contra a "ingerência" na seleção de candidatos às legislativas.

Nas últimas eleições legislativas, em 2015, o BE conseguiu a sua maior bancada parlamentar de sempre e, com os 10,19% elegeu 19 deputados, tendo conseguido cinco mandatos nos círculo de Lisboa e Porto, dois em Setúbal e um por Braga, Aveiro, Coimbra, Leiria, Santarém, Faro e Madeira.

Nesse ano, o partido apresentou Catarina Martins como cabeça de lista no Porto, Mariana Mortágua por Lisboa e Joana Mortágua por Setúbal.

Em Braga foi primeiro da lista Pedro Soares, enquanto por Aveiro o escolhido foi Moisés Ferreira, por Coimbra José Manuel Pureza, por Leiria Heitor de Sousa, por Santarém Carlos Matias, por Faro João Vasconcelos e pela Madeira Paulino Ascenção.

Nos círculos em que o BE não conseguiu eleger deputados os cabeças de lista foram os seguintes em 2015: Jorge Teixeira (Viana do Castelo), Carlos Gomes (Vila Real), José Vara Freire (Bragança), António João Ferreira Gil (Viseu), Jorge Mendes (Guarda), Cristina Guedes (Castelo Branco), Rui Pulido Valente (Portalegre), José Elizeu Pinto (Évora), Mariana Aiveca (Beja), António Manuel Raposo Lima (Açores), Cristina Brochado Madeira (Europa) e Ana Bárbara Pedrosa (Fora da Europa).

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório