Meteorologia

  • 14 DEZEMBRO 2019
Tempo
16º
MIN 12º MÁX 17º

Edição

Paulo Rangel na Colômbia para acompanhar crise venezuelana

O eurodeputado português Paulo Rangel integra uma missão do Partido Popular Europeu (PPE) à Colômbia para pressionar o regime venezuelano de Nicolás Maduro e participar na entrega de ajuda humanitária.

Paulo Rangel na Colômbia para acompanhar crise venezuelana
Notícias ao Minuto

05:52 - 22/02/19 por Lusa

Política Eurodeputados

Integram a delegação os vice-presidentes do grupo do PPE, a maior formação partidária do Parlamento Europeu no Parlamento Europeu, Paulo Rangel e Esteban Gonzalez Pons.

Em comunicado enviado à Lusa, Paulo Rangel disse: "Tudo o que o PPE, o Parlamento Europeu e eu próprio, enquanto dirigente da maior família política da União Europeia, puder fazer para levar novamente a democracia e a prosperidade ao povo venezuelano, farei sem hesitar um segundo".

"Neste momento crucial para a vida de milhões de venezuelanos, toda a ajuda e pressão internacional é pouca comparada com o drama que estão a viver milhões de vítimas do regime de Nicolás Maduro", declarou o eurodeputado.

Esta missão ocorre após uma delegação de eurodeputados do Partido Popular Europeu, que tinha sido convidada pela Assembleia Nacional venezuelana (AN) a visitar a Venezuela, ter sido no domingo impedida de entrar no país e obrigada a apanhar um voo de regresso a Madrid.

Segundo a nota, a missão dos deputados do PPE no Parlamento Europeu na Colômbia teve início na quinta-feira e termina no domingo.

Hoje, em Cúcuta, a delegação estará com refugiados, visitando campos onde se encontram em particular crianças, e manterá contactos com diversas organizações não-governamentais (ONG) no terreno.

Segundo o comunicado, esta iniciativa coincide com o concerto de solidariedade "Venezuela Aid Live", organizado por Richard Branson, dono da Virgin, e que espera, de acordo com o empresário citado pela imprensa, reunir mais de 100 mil pessoas e "arrecadar 100 milhões de dólares em 60 dias".

No sábado, de acordo com a nota, Paulo Rangel estará na fronteira com a Venezuela, na ponte internacional Simón Bolívar (a principal via terrestre que liga a Colômbia à Venezuela), onde decorrerá uma missão de ajuda humanitária internacional e por onde passam diariamente dezenas de milhares de venezuelanos à procura de alimentos e produtos de primeira necessidade.

A delegação do PPE vai encontrar-se com vários chefes de Estado, o Presidente da Colômbia, Iván Duque, o Presidente do Chile, Sebastián Piñera, e o Presidente do Paraguai, Mario Abdo Benítez, e o programa inclui ainda diversas reuniões com deputados da Assembleia Nacional Venezuelana, embaixadores, organismos internacionais, a Igreja Católica, a Cruz Vermelha e diversas ONG.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório