Meteorologia

  • 18 JANEIRO 2019
Tempo
11º
MIN 11º MÁX 12º

Edição

"Muitos fazem guerrilha em surdina, mas Montenegro teve a coragem"

O fundador do Clube dos Pensadores, Joaquim Jorge, comenta o momento que o PSD atravessa, depois de a contestação ao líder ter subido de tom com Luís Montenegro a desafiar Rui Rio para eleições diretas, na passada sexta-feira.

"Muitos fazem guerrilha em surdina, mas Montenegro teve a coragem"
Notícias ao Minuto

11:50 - 14/01/19 por Patrícia Martins Carvalho 

Política Joaquim Jorge

Luís Montenegro desafiou o líder do PSD a convocar eleições diretas, no entanto, Rui Rio recusou aceder ao desafio do ex-líder parlamentar do partido, convocando um Conselho Nacional extraordinário para votar uma moção de confiança.

Face a este cenário, o fundador do Clube dos Pensadores não se mostra surpreendido, pois “qualquer pessoa sensata percebia que o PSD não ia bem”.

Para Joaquim Jorge, Rui Rio cometeu o erro de “estar rodeado de pessoas que não contribuem para melhorar” a sua própria imagem, como é o caso de “Feliciano Barreiras Duarte” e as suas “trapalhadas”; “Salvador Malheiro” e os seus "campos sintéticos”; ou “José Silvano” e as suas “presenças fantasma no Parlamento”.

Por outro lado, sublinha, Luís Montenegro “tem pessoas a seu lado com provas dadas, caso de Paula Teixeira da Cruz que tanto fez por os portugueses terem uma melhor justiça e Rui Rio tanto fez por apagar esse facto juntando a Elina Fraga”.

Numa nota enviada ao Notícias ao Minuto, Joaquim Jorge admite que “há muita gente a fazer guerrilha em surdina”, mas louva a atitude de Montenegro.

“Há muita gente a fazer guerrilha em surdina, mas Luís Montenegro assumiu e teve a coragem de enfrentar Rui Rio. Isso é de louvar e a sua atitude pode fazer com que o PSD acorde”, refere o fundador do Clube dos Pensadores, acusando o líder do partido de “temer as diretas”, razão pela qual “se ficou por uma moção de confiança no Conselho Nacional”.

No entanto, adverte Joaquim Jorge, “não tem a vitória garantida”, ao contrário do que Luís Marques Mendes defendeu ontem no seu espaço de comentário semanal na SIC.

Para terminar, o comentador apresenta dois cenários: “Se Rui Rio vencer esta moção de censura tem de afastar algumas pessoas que estão ao seu redor; se Luís Montenegro vencer, vamos esperar para ver o que acontece”.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório