Meteorologia

  • 13 DEZEMBRO 2018
Tempo
12º
MIN 11º MÁX 12º

Edição

Bloco lamenta violência na Escola Mário de Sá Carneiro, em Camarate

Partido diz ser "inaceitável" que Escola Segura de Camarate tenha apenas dois elementos para sete escolas e que estes tenham de se deslocar a pé. Vigília de encarregados de educação decorre na manhã desta segunda-feira em frente à escola.

Bloco lamenta violência na Escola Mário de Sá Carneiro, em Camarate
Notícias ao Minuto

11:06 - 19/11/18 por Melissa Lopes 

Política Loures

O Bloco de Esquerda lamenta a violência na Escola Básica 2, 3 Mário de Sá Carneiro, em Camarate, e marca esta segunda-feira presença numa vigília de encarregados de educação.

Através de um comunicado enviado ao Notícias ao Minuto, o partido sublinha que considera “inaceitável” a falta de meios da Escola Segura de Camarate, tendo, inclusive, o grupo parlamentar questionado o ministério da Administração Interna sobre a situação.

O Bloco, que afirma estar a acompanhar de perto os problemas que têm assolado a comunidade escolar daquele agrupamento, mostra indignação por aquilo que diz ser uma “gritante” falta de meios e recursos da Polícia de Segurança Pública, e já inquiriu o Governo sobre as "lacunas da PSP" na freguesia de Camarate, Unhos e Apelação.

Fabian Figueiredo, dirigente nacional do Bloco de Esquerda e candidato à Câmara de Loures nas últimas eleições autárquicas, defende que é "inaceitável" que a Escola Segura de Camarate tenha apenas dois elementos para sete escolas.

“E é mais inaceitável ainda que esses polícias tenham de se deslocar a pé porque a esquadra não tem um veículo para a ronda da equipa da Escola Segura”, acrescenta, dando conta de que o grupo parlamentar “já questionou o Ministério da Administração Interna sobre esta situação e vai acompanhar de muito perto o seu desenvolvimento”.

“É de uma urgência vital repor o sentimento de segurança na EB 2,3 Mário de Sá Carneiro e dotar a polícia de Camarate de todos os meios de que necessita para fazer o seu trabalho, mantendo segura a comunidade escolar desta e de todas as outras escolas deste agrupamento”, é enfatizado.

“Urge também que a comunidade escolar possa ter à sua disposição as ferramentas e recursos – humanos e materiais – essenciais ao ensino destas crianças e jovens, que são o futuro do concelho e do país”, remata Fabian Figueiredo.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório