Meteorologia

  • 19 DEZEMBRO 2018
Tempo
MIN 7º MÁX 10º

Edição

Costa encerra congresso com discurso virado para as questões nacionais

O secretário-geral do PS encerra hoje o congresso do partido com um discurso virado para as principais questões que se colocam ao país, que acontecerá depois de os delegados socialistas votarem em duas listas alternativas para a Comissão Nacional.

Costa encerra congresso com discurso virado para as questões nacionais
Notícias ao Minuto

06:11 - 27/05/18 por Lusa

Política PS

A partir das 09h00, os cerca de 1.800 delegados presentes no 22º Congresso Nacional do PS, na Batalha, distrito de Leiria, por voto secreto, escolhem entre as listas para a Comissão Nacional (o órgão máximo partidário entre congressos) apresentadas pelo dirigente socialistas Daniel Adrião e pelo líder, António Costa.

A Comissão Nacional do PS é composta por 251 membros efetivos e Daniel Adrião alcançou em 2016 uma votação na ordem dos 8%, duplicando o resultado que registara na votação das diretas para secretário-geral.

Na manhã de hoje, os delegados socialistas elegem ainda, igualmente por voto secreto, as comissões nacionais de Fiscalização Económica e Financeira e a de Jurisdição.

Ainda em relação à manhã do último dia, os delegados assistem à apresentação de 24 moções setoriais, uma delas da autoria do dirigente Pedro Nuno Santos, e votam dois projetos alternativos de revisão dos estatutos.

O projeto de revisão dos estatutos da direção do PS abre a próxima eleição direta do líder, em princípio em 2020, ao voto de simpatizantes.

Já o projeto de Daniel Adrião prevê a realização de eleições primárias, abertas a todos os cidadãos, para a totalidade dos cargos de representação externa, como o de primeiro-ministro, candidatos a deputados, eurodeputados ou a presidências de câmaras.

Mais do que sobre a discussão sobre o posicionamento ideológico do partido travada ao longo dos trabalhos de sábado, durante o segundo dia do Congresso, António Costa tem aproveitado sempre os seus discursos de encerramento para se pronunciar sobre as principais que se colocam ao país.

Assim, o atual primeiro-ministro deverá indicar alguns dos caminhos que o seu Governo se prepara para seguir até ao final da legislatura em outubro de 2019.

Na sessão de encerramento do Congresso do PS, os vice-presidentes do PSD Nuno Morais Sarmento e do CDS-PP Nuno Melo vão chefiar as delegações dos respetivos partidos.

Além de Nuno Morais Sarmento, a delegação do PSD incluirá ainda o líder parlamentar, Fernando Negrão, a 'vice' da bancada Margarida Mano e o presidente da distrital de Leiria Rui Rocha.

Já o CDS-PP irá também enviar à Batalha o secretário-geral Pedro Morais Soares, a deputada Ana Rita Bessa, a presidente da distrital de Leiria, Rosa Guerra, e a líder da concelhia da Batalha Isilda Vieira.

Pelo Bloco de Esquerda estarão presentes a eurodeputada Marisa Matias e os deputados Joana Mortágua e Heitor de Sousa (eleito pelo círculo de Leiria).

Em representação do PCP estarão Carlos Gonçalves, membro da comissão política do Comité Central, Etelvina Rosa, membro do Comité Central e do executivo da Direção da Organização Regional de Leiria, e José Augusto Esteves, membro da Comissão Central de Controlo.

O partido ecologista "Os Verdes" enviará ao Congresso do PS o deputado José Luís Ferreira e as dirigentes Fernanda Pézinho e Anabela Mota. O PAN estará representado por Daniela de Sousa.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório