Meteorologia

  • 22 JUNHO 2018
Tempo
22º
MIN 21º MÁX 22º

Edição

Emissão filatélica assinala os 50 anos da Comunidade Islâmica

A emissão filatélica, que celebra os 50 anos da Comunidade Islâmica em Lisboa, é apresentada na sexta-feira à tarde, na Mesquita Central de Lisboa, numa cerimónia para a qual é esperado o Presidente da República, anunciaram hoje os CTT.

Emissão filatélica assinala os 50 anos da Comunidade Islâmica
Notícias ao Minuto

19:45 - 14/03/18 por Lusa

País Lisboa

A série filatélica é composta por quatro selos, em que cada um reproduz imagens da entrada da Mesquita em Lisboa, da Purificação do corpo, da Oração e do pátio interior da Mesquita, enquanto o bloco filatélico exibe a Mesquita Central de Lisboa, à Palhavã, e a sua sala de oração. O design esteve a cargo do AF Atelier.

Na sexta-feira, para a cerimónia de apresentação da série filatélica, além de Marcelo Rebelo de Sousa, estão anunciadas as presenças do presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, do primeiro-ministro, António Costa, do secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, do Grande Imã da Universidade de Al Azhar, o sheik Ahmad Mohammad El Tayyeb, e do presidente executivo dos CTT-Correios de Portugal, Francisco de Lacerda.

Em comunicado, os CTT afirmam que, com esta emissão, "voltam a mostrar que procuram sempre através da filatelia e de acordo com os seus propósitos, evocar nas suas edições e nas emissões de selos de cada ano, personagens, criações, efemérides, histórias e patrimónios do maior relevo internacional e nacional".

A obliterações de primeiro dia serão feitas nas lojas CTT dos Restauradores, em Lisboa, Município, no Porto, Zarco, no Funchal, e Antero de Quental, em Ponta Delgada.

A Comunidade Islâmica de Lisboa foi constituída em 1968 por um grupo de universitários muçulmanos que, na altura, se encontravam a estudar na capital portuguesa, oriundos das ex-províncias ultramarinas portuguesas. Os jovens, referem os CTT, sentiram necessidade de formar uma associação e ter um local onde pudessem reunir-se e fazer as suas orações.

A primeira solicitação de um terreno, feita à Câmara Municipal de Lisboa para a construção de uma Mesquita, foi em 1966, por uma comissão composta por cinco muçulmanos e cinco católicos, no entanto, só em setembro de 1977 foi cedido um terreno na avenida José Malhoa. O lançamento da primeira pedra aconteceu em janeiro de 1979 e a inauguração da primeira fase de construção realizou-se em 29 de março de 1985.

Os CTT recordam o apoio dos diversos presidentes da Câmara Municipal de Lisboa e o apoio de países islâmicos, designadamente a Arábia Saudita, Kuwait, Emirados Árabes Unidos, Líbia, Jordânia, Irão, Egito, Omã, Paquistão, Líbano e Turquia, que "tornaram possível a construção desta Mesquita em Lisboa".

A Mesquita Central de Lisboa é um projeto dos arquitetos António Braga e João Paulo Conceição, e o seu imã é o sheik David Munir.

Em Portugal vivem cerca de 50.000 muçulmanos, segundo Abdool Magid Vakil, um dos jovens que fundou a comunidade em 1968, e que atualmente é o seu presidente.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.