Meteorologia

  • 21 NOVEMBRO 2017
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

Balanço dos incêndios: 27 mortos e 51 feridos confirmados

Em 526 incêndios florestais, há 27 mortes confirmadas, de acordo com a informação avançada por Patrícia Gaspar, porta-voz da Proteção Civil, em conferência de imprensa aos jornalistas.

Balanço dos incêndios: 27 mortos e 51 feridos confirmados
Notícias ao Minuto

11:01 - 16/10/17 por Notícias Ao Minuto

País Tragédia

Em comunicado aos jornalistas, Patrícia Gaspar, porta-voz da Proteção Civil avança com a informação de que os incêndios que deflagraram durante o fim de semana em território nacional tiraram a vida a 27 pessoas e 51 ficaram feridas, 15 delas em estado grave, na Guarda, em Coimbra, em Viseu e em Castelo Branco. No entanto, “estes não são números finais”.

Nas suas declarações, Patrícia Gaspar referiu que “a excecionalidade que vivemos no domingo ainda se estende durante o dia de hoje”. Em dois dias “atingimos 5424 ocorrências e desde a meia noite de hoje são já 110 os incêndios registados”.

Neste momento, há 145 incêndios ativos que são combatidos no terreno por 4127 operacionais, apoiados por 1289 meios terrestres. Para além disso, “empenhámos meios aéreos - 10 pelotões de aviões militares - em diferentes ocorrências, mas hoje esse apoio teve de ser interrompido devido às condições meteorológicas e ao fumo”, refere a porta-voz.

A severidade de 32 desses incêndios faz com que estes “sejam considerados de importância elevada. Para além disso, há seis incêndios ativos que já evidenciam sinais de cedência perante as operações de combate. Todos os outros que ainda continuam a lavrar e não têm previsão de serem dominados, nomeadamente em Oliveira do Bairro, Vieira do Minho, Guimarães, Torre de Moncorvo, Vale do Cimeiro em Castelo Branco, Porto, Vila Nova de Gaia, Amarante e em Cinfães, Viseu”.

A possibilidade de precipitação a norte do rio Tejo, avançada pelo IPMA, permite-nos antever que “nos espera uma noite diferente, com descida da temperatura e com subida dos valores de humidade relativa”.

Perante as circunstâncias, foi criada um linha telefónica de apoio de emergência, 800 246 246, para responder aos pedidos de informação das populações sobre situações resultantes dos incêndios, como evacuações ou vias cortadas. Segundo Patrícia Gaspar, esta linha “visa apoiar as populações e faz a ponte com as autoridades que tentam coordenar os serviços”.

Até às 20h de hoje o território nacional estará sob alerta vermelho em todos os distritos, no entanto “esta medida poderá ser alterada ao longo do dia em função da evolução dos incêndios”.

Há ainda estradas cortadas na Guarda, em Castelo Branco, Aveiro, Coimbra e Leiria.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório