Meteorologia

  • 28 JULHO 2017
Tempo
29º
MIN 23º MÁX 32º

Edição

Pedrógão Grande: EDP estima que haja 30 quilómetros de rede destruídos

Cem operacionais da EDP Distribuição estão no terreno na sequência do incêndio que deflagrou em Pedrógão Grande, distrito de Leiria, revelou hoje a empresa, que estima ser necessário reconstruir 30 quilómetros de rede de baixa tensão.

Pedrógão Grande: EDP estima que haja 30 quilómetros de rede destruídos
Notícias ao Minuto

13:41 - 18/06/17 por Lusa

País Leiria

Numa informação escrita enviada à agência Lusa, o gabinete de comunicação da EDP Distribuição informa que "desde a primeira hora" tem estado nos locais dos incêndios, Pedrógão Grande e Figueiró dos Vinhos, no distrito de Leiria, Lousã (distrito de Coimbra) e Sertã (Castelo Branco), "a acompanhar de perto e em ligação com a Proteção Civil".

A empresa explica que está a procurar "ter as intervenções possíveis", reiterando que os trabalhadores estão a ter "dificuldade para passar em segurança para manobrar os órgãos de rede".

"As nossas equipas estão nos locais, mobilizadas para atuar logo que possível e de acordo com orientação dos bombeiros", refere a EDP Distribuição, adiantando que foram deslocados 14 geradores, cinco dos quais já ligados "para restabelecer o serviço em alguns locais".

A prioridade são "instalações críticas, como sejam as estações elevatórias para abastecimento de água e antenas de telecomunicações", destaca a empresa, observando que os restantes geradores serão ligados "logo que as estradas estejam transitáveis".

"Temos 100 operacionais no terreno, nos centros de coordenação em Coimbra/Leiria e no Centro de Condução da Rede no Porto, apoiados por 21 viaturas", esclarece a empresa, assinalando que se está a "dar atenção à rotação das esquipas para assegurar a continuidade dos trabalhos".

A EDP Distribuição estima que tenham de "ser reconstruídos cerca de 30 quilómetros de rede de baixa tensão", reafirmando que permanece em contacto com os autarcas da zona afetada pelo incêndio e que tem um representante permanente na Autoridade Nacional de Proteção Civil, em Carnaxide, no Comando Distrital de Operações e Socorro de Leiria e no posto de operações em Pedrógão Grande.

O fogo, que causou pelo menos 62 mortos, deflagrou ao início da tarde de sábado numa área florestal em Escalos Fundeiros, em Pedrógão Grande, norte do distrito de Leiria, e alastrou-se aos municípios vizinhos de Castanheira de Pera e Figueiró dos Vinhos, obrigando a evacuar povoações ou deixando-as isoladas.

Campo obrigatório