Quercus alerta: 80% dos carros a gasóleo excedem emissões legais

A Quercus acusa os governos nacionais dos vários Estados-membros da Europa de protegerem a indústria automóvel "à custa do direito dos cidadãos de respirarem um ar mais puro".

© Getty Images
País Ambiente

A associação ambientalista Quercus apela à criação de um organismo independente de supervisão dos testes de emissões poluentes , uma vez que 80% dos carros a gasóleo na Europa excedem emissões legais mas têm luz verde para circular.

PUB

Mediante um comunicado enviado às redações, a Quercus sublinha que, aproximadamente, 20 milhões de carros a gasóleo continuam por ser regularizados por parte das entidades nacionais competentes, mais de um ano após o escândalo do Dieselgate.

De acordo com novos dados obtidos pela Federação Europeia de Transportes e Ambiente (T&E), da qual a Quercus faz parte, salienta a associação, os "Governos estão a bloquear a realização de testes independentes em condições de condução reais e a supervisão nas agências/entidades nacionais responsáveis pelos mesmos".

"É escandaloso que os governos nacionais estejam a ser coniventes com esta impunidade, preferindo proteger a sua própria industria automóvel à custa do direito dos seus cidadãos respirarem um ar mais limpo", considera João Branco, presidente da Quercus.

Nesse sentido, a associação apela aos eurodeputados para que continuem a pressionar os Estados-membros de modo a que os fabricantes automóveis sejam fiscalizados de forma independente e rigorosa.

"É inadmissível que as entidades reguladoras nacionais, responsáveis por controlar os testes de emissões dos veículos, estejam reféns dos interesses económicos da indústria automóvel", remata a associação.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS