Trabalhadores da EMEF cumprem a 27 de outubro um dia de luta

Os trabalhadores da Empresa de Manutenção de Equipamento Ferroviário (EMEF) decidiram realizar no dia 27 um dia de luta, que inclui plenários, greves e vigilas em frente ao Ministério do Planeamento e Infraestruturas, em Lisboa, anunciou hoje a FECTRANS.

© DR
País Comunicado

Em comunicado, a Federação de Sindicatos de Transportes e Comunicações (FECTRANS) informou que o dia de luta foi decidido em plenários realizados esta semana.

PUB

No Porto (Guifões e Contumil), os trabalhadores EMEF vão paralisar nas últimas três horas do turno de serviço, com exceção do turno das 16:00 às 24:00, que interrompe o trabalho nas três primeiras horas.

No Entroncamento, decorrerá um plenário entre as 09:00 e as 10:00, seguindo-se uma greve até às 11:30, enquanto em Oeiras um plenário decorrerá entre as 13:30 e as 14:30 e uma paralisação até às 16:00.

Nos restantes locais vão ser organizadas outras ações a 27 de outubro.

Segundo a FECTRANS, entre os objetivos deste dia de luta está a "defesa da EMEF e dos postos de trabalho", o apelo contra o despedimento coletivo e pela reposição do Acordo de Empresa, assim como a "valorização dos salários e das condições de trabalho".

 

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS