Meteorologia

  • 10 DEZEMBRO 2022
Tempo
13º
MIN 11º MÁX 16º

Metro de Lisboa 'reserva' lugares contra o tráfico de pessoas

O Metro de Lisboa tem hoje lugares vazios reservados que representam o lugar de alguém que desapareceu, naquela que é uma campanha contra o tráfico de seres humanos, revelou a Câmara Municipal, parceira da iniciativa.

Para assinalar o Dia Europeu de Combate ao Tráfico de Seres Humanos, que hoje se comemora, a autarquia lisboeta, a Associação para o Planeamento da Família (APF) e o Metro juntaram-se numa campanha para sensibilizar a sociedade para um flagelo que "só em Portugal atingirá 1.400 pessoas", segundo um comunicado da Câmara.

"As mulheres e as crianças continuam a ser os grupos mais vulneráveis ao tráfico humano, que afeta 2,4 milhões de pessoas em todo o mundo por ano", indicam aquelas entidades.

A campanha, que se enquadra no I Plano Municipal para a Integração Imigrante de Lisboa, para o biénio 2015-17, pretende "despertar a população em geral para este fenómeno que é, muitas vezes, invisível".

No ano passado, a APF, que tem estado ativamente envolvida em diferentes projetos ligados ao Tráfico de Seres Humanos, interveio em mais de uma centena de processos de sinalização.

A associação gere também em Portugal uma casa onde apoia mulheres vítimas deste tipo de tráfico.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório