Meteorologia

  • 23 SETEMBRO 2019
Tempo
21º
MIN 14º MÁX 25º

Edição

Ana Gomes 'bombardeada' por ser contra a capa do Charlie Hebdo

A eurodeputada Ana Gomes está 'bombardeada' por críticas no seu Twitter depois de fazer uma publicação em que diz não estar de acordo com o desenho escolhido para a capa do jornal Charlie Hebdo.

Está hoje nas bancas a primeira edição do jornal Charlie Hebdo após o ataque terrorista de que foi alvo na semana passada. A capa, que tem uma vez mais como protagonista o Profeta Maomé, não agradou a todos e prova disso é a publicação que a eurodeputada Ana Gomes decidiu partilhar hoje no seu Twitter.

“#CharlieHebdo - porquê insistir na representação do Profeta, que se sabe ofender os muçulmanos? Não estou de acordo. Não em meu nome”, escreveu a socialista.

As críticas ao seu comentário não tardaram, sobretudo por parte daqueles que não concordam.

“Porquê insistir em delimitar o que os outros podem ou não fazer? Cada um tem o direito a ser ou não ser #carliehebdo” ou “Porque é necessário retaliar! Porque sim e que se lixe quem ficar ofendido”, foram algumas das reações ao tweet da socialista.

A eurodeputada usou também da palavra para se defender, referindo que todos têm o direito de fazer o que quiserem. "Quem acha insensato e insensível, como eu, também tem direito de dizer que discorda”.

Na capa da edição desta quarta-feira do jornal satírico francês, surge Maomé a chorar, sendo que por cima pode ler-se: “Estão todos perdoados”.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório