Meteorologia

  • 14 JULHO 2024
Tempo
26º
MIN 15º MÁX 26º

Quase 10% das crianças acompanhadas pela CPCJ são estrangeiras

As crianças e jovens com nacionalidade estrangeira, acompanhadas em 2023, representam 9,25% do total das crianças e jovens com medida em execução e acompanhamento.

Quase 10% das crianças acompanhadas pela CPCJ são estrangeiras
Notícias ao Minuto

12:30 - 19/06/24 por Notícias ao Minuto

País CPCJ

As 312 comissões de proteção de crianças e jovens (CPCJ) aplicaram medida de promoção e proteção, no ano passado, a 28.799 rapazes e raparigas, 2.665 dos quais com nacionalidade estrangeira, revela o Relatório Anual de Avaliação de Actividade das CPCJ 2023.

Os números, que são resultado de uma população cada vez mais diversificada em Portugal, revelam que as crianças e jovens acompanhadas eram especialmente oriundas do continente americano (51,52%), em particular do Brasil (99,78%).

Surgem depois as provenientes de África (23,94%) e do continente europeu (18,80%). Só a seguir as da Ásia (5,67%) e da Oceânia (0,08%).

Note-se ainda que, no que toca aos países, destacam-se as crianças do Brasil (50,06% do total de crianças e jovens estrangeiros). Seguem-se as provenientes de Angola (7,58%), de São Tomé e Príncipe (5,07%), de Cabo Verde (4,84%) e da Guiné-Bissau (3,71%).

Assim, as crianças e jovens com nacionalidade estrangeira, acompanhadas em 2023, representam 9,25% do total das crianças e jovens com medida em execução e acompanhamento. Este valor representa um ligeiro acréscimo relativamente ao ano anterior, cuja percentagem de crianças e jovens estrangeiros apurada foi de 7,19%.

Leia Também: Comissões de Proteção acompanharam quase 80 mil crianças em 2023

Recomendados para si

;
Campo obrigatório