Meteorologia

  • 21 JULHO 2024
Tempo
25º
MIN 17º MÁX 25º

Passageiros retirados de voo em Faro tiveram comportamento "inaceitável"

Num primeiro momento, o homem que foi forçado a sair da aeronave, tal como poderá ver nas imagens abaixo, abandonou o avião de livre e espontânea vontade, mas regressou "por algum motivo".

Notícias ao Minuto

21:30 - 19/01/24 por Notícias ao Minuto

País Faro

Um voo da companhia aérea Ryanair que fazia a travessia entre Luton, no Reino Unido, e Lanzarote, em Espanha, aterrou inesperadamente em Faro, no Algarve, devido ao comportamento “inaceitável” de oito passageiros. Um dos turistas, que a imprensa britânica diz ser inglês, foi detido e retirado à força da aeronave por agentes da Polícia de Segurança Pública (PSP), momento que foi eternizado em vídeo pelos restantes viajantes.

“Estavam a bordo uns homens que pareciam ter bebido e que estavam a incomodar algumas passageiras. Quando a situação ficou fora de controlo, uma das comissárias de bordo tentou interceder e foi empurrada. Nesse momento, o capitão avisou que este comportamento inaceitável não seria tolerado e que, se não parassem, desviaríamos para Portugal. Mas a comoção não cessou e, 20 minutos depois, fomos informados de que aterraríamos em 20 minutos”, contou ao Daily Mail um dos passageiros que filmou a intervenção policial.

Num primeiro momento, o homem que foi forçado a sair da aeronave, tal como poderá ver nas imagens acima, abandonou o avião de livre e espontânea vontade, mas regressou “por algum motivo”.

“Foi muito chocante. Estamos todos um pouco abalados”, confessou a mesma fonte.

No vídeo, o passageiro em questão é visto a resistir às autoridades, que tentam subjugá-lo e arrastá-lo para fora do avião, enquanto os restantes turistas encorajam os agentes. Alguns até aplaudem e condenam o comportamento do homem.

Um outro vídeo mostra o viajante já na pista de aterragem, sendo conduzido por vários polícias até um veículo da PSP. A Ryanair apontou, em declarações ao Daily Mail, que o voo foi retomado pouco depois.

Recorde-se que, segundo a PSP, os oito passageiros estavam “a causar desacatos, designadamente a gritar e a bater, de forma repetitiva, nas portas dos maleiros de bagagem de cabine, bem como a ingerir bebidas alcoólicas, ignorando as instruções transmitidas pela tripulação do voo”.

Um deles “adotou uma conduta hostil e agressiva”, tendo-se recusado a sair e desobedecido “reiteradamente às ordens que lhe foram dirigidas”. Nessa linha, a força de segurança explicou ter sido forçada “a proceder à sua detenção e retirada da aeronave com recurso ao uso de força física, dada a constante resistência oferecida”.

O viajante foi detido pelos crimes de desobediência e resistência e coação sobre funcionário, tendo sido notificado para comparecer em Tribunal.

Leia Também: Voo redirecionado para Faro por "desacatos" de 8 passageiros. Há 1 detido

Recomendados para si

;
Campo obrigatório