Meteorologia

  • 24 JUNHO 2024
Tempo
26º
MIN 17º MÁX 29º

Casal condenado a prisão por tentativa de homicídio em centro comercial

O Tribunal de Almada condenou a penas de prisão um homem e uma mulher detidos em 2022 por tentativa de homicídio num centro comercial em Almada, efetuando disparos que acabaram por ferir uma criança de 5 anos.

Casal condenado a prisão por tentativa de homicídio em centro comercial
Notícias ao Minuto

18:24 - 17/10/23 por Lusa

País Almada

Segundo informação divulgada na página da Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa (PGDL), em cúmulo jurídico, o homem foi condenado numa pena de seis anos e 10 meses de prisão e a arguida numa pena de cinco anos e seis meses de prisão.

Por acórdão proferido no dia 12 de outubro de 2023, o Juízo Central Criminal de Almada, no distrito de Setúbal, condenou o arguido e a arguida pela prática, em coautoria, de um crime de homicídio, na forma tentada, agravado pela utilização de arma.

Ambos foram ainda condenados pela prática de um crime de detenção de arma proibida e de um crime de ofensa à integridade física, no caso do arguido, qualificada.

Os factos ocorreram no dia 10 de setembro de 2022.

Os arguidos, por motivos relacionados com conflitos anteriores, trocaram provocações com um outro casal com quem se cruzaram na superfície comercial, tendo o homem decidido efetuar dois disparos na sua direção.

No entanto, um desses disparos acabou por ferir uma criança, no joelho, que foi transportada para o Hospital Garcia de Orta, também no concelho de Almada.

Na altura, a Polícia Judiciária explicou em comunicado que a mulher de 31 anos "entregou ao seu marido uma arma de fogo que transportava na mala, seguindo ambos, atrás do casal com o qual tinham desavenças antigas" e que se fazia acompanhar dos filhos.

O arguido encontra-se em prisão preventiva e a arguida sujeita a obrigação de permanência na habitação, com vigilância eletrónica, tendo o tribunal entendido que devem aguardar os ulteriores termos do processo sujeitos a estas medidas de coação.

A investigação foi dirigida pelo Ministério Público de Almada.

Leia Também: Violou filhos menores no Brasil em 2008 e fugiu. SEF deteve-o em Almada

Recomendados para si

;
Campo obrigatório