Meteorologia

  • 28 JANEIRO 2023
Tempo
MIN 4º MÁX 11º

CM Lisboa adia prazo para desocupação de prédios na Rua do Benformoso

O prazo para desocupação dos prédios na Rua do Benformoso, em Lisboa, para ali construir a Praça da Mouraria, foi prolongado, anunciou hoje o município.

CM Lisboa adia prazo para desocupação de prédios na Rua do Benformoso
Notícias ao Minuto

18:26 - 29/11/22 por Lusa

País Lisboa

O adiamento do prazo - que terminava na quarta-feira - foi indicado pelo gabinete do vice-presidente da Câmara Municipal de Lisboa e vereador da Gestão Patrimonial, Filipe Anacoreta Correia, questionado pela agência Lusa. Não foi referida uma nova data.

A autarquia da capital garante ainda que os trabalhos de demolição dos prédios situados na Rua do Benformoso "não avançarão enquanto não houver projeto" para a "designada Praça da Mouraria, decidida pelo anterior executivo socialista".

Em resposta escrita enviada pelo Departamento de Marca e Comunicação, a autarquia refere também que, nos prédios em questão, permanecem ainda um residente e três espaços comerciais (restaurante, loja de telemóveis e agência de viagens).

Segundo a mesma fonte, a ação administrativa que pede a declaração de inconstitucionalidade da Declaração de Utilidade Pública intentada pelo residente que permanece no imóvel "ainda corre" na justiça.

Segundo a última comunicação enviada aos moradores pela Direção Municipal de Gestão Patrimonial, com data de 15 de fevereiro, os moradores e comerciantes dos prédios na Rua do Benformoso teriam de entregar as chaves em 30 de novembro.

A primeira indicação para desocupação dos imóveis remonta a 2020, mas foi sendo adiada por razões relacionadas com a pandemia de covid-19.

Em causa está o processo de expropriação por interesse público que a Câmara Municipal de Lisboa iniciou, no final de 2015, para demolir alguns prédios na zona da Mouraria, no âmbito de uma requalificação das ruas da Palma e do Benformoso, e que prevê a criação de uma praça coberta, um jardim e uma nova mesquita para a comunidade muçulmana.

Leia Também: Lisboa. Funcionária do aeroporto desviou milhares de euros de passageiros

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório