Meteorologia

  • 26 NOVEMBRO 2022
Tempo
16º
MIN 8º MÁX 17º

Pombal e Associação Portuguesa de Imprensa vão promover literacia digital

A Câmara de Pombal, no distrito de Leiria, e a Associação Portuguesa de Imprensa (APIMPRENSA) assinaram hoje um protocolo de cooperação para promover a literacia digital e combater a desinformação junto de jovens e idosos.

Pombal e Associação Portuguesa de Imprensa vão promover literacia digital
Notícias ao Minuto

21:21 - 29/07/22 por Lusa

País Literacia

"O presente protocolo é celebrado numa lógica de implementação de ações de capacitação da literacia digital e de luta contra a desinformação, com o intuito de contribuir para o conhecimento de ferramentas e princípios que permitam aos mais jovens e aos mais idosos, residentes no concelho de Pombal, contribuírem ativamente para uma sociedade informada com isenção e baseada no conhecimento jornalístico plural e diverso difundido pelos jornais regionais e locais", segundo o documento enviado à agência Lusa.

O acordo foi assinado nos Paços do Concelho de Pombal, pelo presidente do Município, Pedro Pimpão, e o presidente da APIMPRENSA, João Palmeiro, numa iniciativa onde esteve também o ministro da Cultura, Pedro Adão e Silva, e que foi integrada nas Festas do Bodo.

Segundo o protocolo, as duas entidades devem "envidar todos os esforços no sentido de definir e promover ações de capacitação da literacia digital e de luta contra a desinformação, junto dos estabelecimentos de ensino e das instituições de solidariedade social do concelho".

À APIMPRENSA cabe, entre outras tarefas, "assegurar o acesso a 1.200 assinaturas digitais de jornais regionais e locais aderentes ao projeto Escolas Media Veritas, destinadas a alunos e professores do ensino secundário", e "a 40 assinaturas em papel, de jornais regionais e locais que, sendo aderentes ao projeto Academia Media Veritas", cubram o concelho de Pombal, destinadas a instituições de solidariedade social.

O Media Veritas é um programa de combate à iliteracia mediática, contra a manipulação jornalística e a desinformação promovido pela APIMPRENSA em parceria com o Google.org e financiado pela fundação Tides.

"Disponibilizar apoio profissional na elaboração de jornais escolares, quer ao nível da produção jornalística, quer da respetiva organização gráfica digital ou em papel", ou "garantir a realização anual de encontros junto dos estabelecimentos de ensino secundário do concelho" a promover por um jornal regional ou local, em sala de aula, são outras das responsabilidades da associação.

Já a Câmara deve, por exemplo, comunicar à APIMPRENSA "quais os jornais que, sendo aderentes aos projetos Academia Media Veritas e Escolas Media Veritas, pretende que se estabeleça sinergias de luta contra a desinformação e iliteracia digital, bem como quais os núcleos de desenvolvimento 'EUSOUDIGITAL' [programa de capacitação digital de adultos] e o número de pessoas a abranger nesses projetos".

Por outro lado, a autarquia deve defender a "difusão da possibilidade de acesso gratuito" a jornais regionais e locais, e ações de "sensibilização e capacitação junto dos estabelecimentos de ensino e das instituições de solidariedade social do concelho", cabendo suportar a comparticipação financeira no valor anual de cerca de 11 mil euros.

Leia Também: Época de exames em agosto sem aviso é "desrepeito", diz Fenprof

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório