Meteorologia

  • 28 OUTUBRO 2021
Tempo
15º
MIN 13º MÁX 23º

Edição

Há mais de oito mil pessoas em situação de sem-abrigo em Portugal

Dados são do levantamento nacional disponibilizado no portal da Estratégia Nacional para a Integração de Pessoas em Situação de Sem-Abrigo (ENIPSSA).

Há mais de oito mil pessoas em situação de sem-abrigo em Portugal

O portal da Estratégia Nacional para a Integração de Pessoas em Situação de Sem-Abrigo (ENIPSSA) divulgou, esta terça-feira, os dados do levantamento nacional efetuado a esta população, em 2020.

De acordo com o relatório, em Portugal, existem 8.209 pessoas em situação de sem-abrigo, um aumento em relação a 2019, que o Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social atribui, “fundamentalmente”, a uma melhoria no processo de diagnóstico em todo o país.

“Este levantamento resultou de um inquérito aos 278 municípios do continente, tendo sido obtidas 275 respostas – o valor mais elevado de sempre, com uma taxa de resposta de 99%", lê-se no comunicado enviado pela tutela às redações.

Este é o terceiro ano em que é aplicado o mesmo inquérito de caraterização das pessoas em situação de sem-abrigo, tendo-se obtido a maior taxa de resposta, com quase todos os municípios a responderem (em 2018: 97,5% e em 2019: 92%)”, lê-se num comunicado enviado pelo Governo ao Notícias ao Minuto.

Ainda segundo a mesma nota, a adesão dos municípios a este processo de diagnóstico “permite no curto e médio prazo a adoção de estratégias para um acompanhamento mais personalizado e próximo de cada pessoa e, em simultâneo o desenho e adoção de estratégias de prevenção”.

O Ministério do Trabalho garante ainda que a principal aposta do Executivo tem sido em “disponibilizar soluções de habitação para as pessoas em situação de sem-abrigo, numa abordagem que coloca a habitação em primeiro lugar para, a partir daí, trabalhar a respetiva inserção social e autonomia”.

No segundo aviso para disponibilização de soluções de habitação ‘Housing First’ e de apartamentos partilhados, lançado este ano e que encerrou a 10 de setembro, foram recebidas candidaturas para mais de 600 vagas, que agora estão em processo de análise.

Em 2020, e de acordo com este levantamento, 485 pessoas deixaram a situação de sem-abrigo e obtiveram uma habitação permanente, o que corresponde a uma subida de 39% face a 2019.

Leia Também: Governo está a ultimar plataforma de identificação de todos os sem-abrigo

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório