Meteorologia

  • 28 JULHO 2021
Tempo
18º
MIN 18º MÁX 28º

Edição

Após ter sido encontrado, pequeno Noah vai passar a noite no hospital

Depois de mais de 30 horas de buscas, Noah foi encontrado com vida e está fora de perigo, mas vai passar a noite em observação no Hospital de Castelo Branco.

Após ter sido encontrado, pequeno Noah vai passar a noite no hospital

Noah, o menino de dois anos e meio que estava desaparecido desde quarta-feira, está estável, fora de perigo e em observação no hospital.

A criança, que foi encontrada pouco antes das 20h00, deu entrada no Hospital de Castelo Branco, onde uma equipa de psicólogos já a aguardava.

O menino terá sido transportado de ambulância, acompanhado pelo pai, tendo recebido soro durante o percurso.

"Podemos confirmar que a criança deu entrada e está neste momento [22h30] em observação, pelo que, para já, não é possível adiantar mais nada sobre a sua condição clínica", disse à agência Lusa a diretora clínica daquela unidade, Eugénia André.

A criança terá desaparecido na quarta-feira da casa dos pais, na localidade de Proença-a-Velha, concelho de Idanha-a-Nova, e esteve sem ser encontrada durante mais de 30 horas.

Depois de uma operação de busca em larga escala, o menino foi encontrado hoje, pouco antes das 20h00, num "setor de busca que foi alargado", a quatro quilómetros de casa em linha reta, ainda na zona de Proença-a-Velha, mas muito próximo da povoação de Medelim. "Existe a possibilidade de ter percorrido uma distância de 10 quilómetros", disse o responsável das operações de busca, numa declaração aos jornalistas.

As buscas foram iniciadas ainda na manhã de quarta-feira e os meios foram sendo reforçados, sendo que durante a tarde de hoje, chegaram a envolver centena e meia de elementos. O perímetro de ação também aumentou dos cinco para os 20 quilómetros, permitindo que a criança fosse encontrada.

Nas operações participaram militares da GNR, bombeiros, proteção civil municipal, sapadores florestais e voluntários, com apoio de equipas cinotécnicas, drones e mergulhadores, que vistoriaram poços e linhas de água.

Dezenas de voluntários, muitos deles estrangeiros, também participaram nas buscas. A PJ da Guarda também teve equipas no local.

Em declarações à TVI24, esta noite, o coordenador daquela unidade policial, José Monteiro, explicou que não foram encontrados "quaisquer indícios da ocorrência de uma intervenção criminosa", pelo que a PJ acredita que se tenha tratado de um desaparecimento espontâneo.

Leia Também: "Já não estamos habituados a finais felizes". Reações ao resgate de Noah

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório