Meteorologia

  • 24 JULHO 2021
Tempo
17º
MIN 17º MÁX 26º

Edição

Açores preveem regresso à normalidade em todas as ilhas até 15 de agosto

Os Açores vão levantar as medidas restritivas de combate à Covid-19 à medida que cada ilha for atingindo 70% de população vacinada, estando previsto um regresso à normalidade em todo o arquipélago até 15 de agosto.

Açores preveem regresso à normalidade em todas as ilhas até 15 de agosto
Notícias ao Minuto

18:12 - 09/06/21 por Lusa

País Covid-19

"Acreditamos que até ao final do mês de julho, se as coisas não correrem mais depressa, possamos ter 70% ou mais das pessoas vacinadas em todas as ilhas, o que significa que 15 de agosto será, no máximo, a data previsível para um regresso à normalidade em toda a Região Autónoma dos Açores", disse hoje o presidente da Comissão Especial de Acompanhamento da Luta contra a Pandemia, Gustavo Tato Borges, numa conferência de imprensa, em Angra do Heroísmo.

No domingo, arrancou um processo de vacinação massiva contra a Covid-19 em cinco ilhas dos Açores sem hospital (no Corvo já tinha decorrido em fevereiro e março), com a colaboração de uma equipa de nove militares, disponibilizada pelo Ministério da Defesa Nacional, que deverá terminar no dia 20 de junho.

As medidas restritivas serão aliviadas 14 dias depois de cada ilha atingir 70% da população vacinada com pelo menos uma dose.

"Os ajuntamentos passarão a ter como limite 20 pessoas, os restaurantes e estabelecimentos de bebidas e similares passarão a funcionar em horário normal, sem restrições, com um máximo de 10 pessoas por mesa e três quartos da respetiva capacidade", adiantou o secretário regional da Saúde e Desporto, Clélio Meneses.

"Os eventos culturais e desportivos passarão a ter 50% da lotação, cumprindo as regras de distanciamento. É permitida a retoma de viagens da administração regional", acrescentou.

Só quando passarem 14 dias da inoculação de 70% da população serão levantadas todas as medidas restritivas em cada ilha.

"Deixam de existir medidas restritivas de natureza coletiva, podendo abrir os estabelecimentos de bebidas e similares, com espaços de dança, sob condição de ser aprovado o respetivo plano de contingência pela Autoridade de Saúde Regional", explicou o governante.

O levantamento de medidas ocorrerá de forma faseada, por ilhas, com o Corvo, que já superou os 70% de vacinação em março, a entrar já em desconfinamento no próximo sábado.

Santa Maria deixará de ter medidas restritivas em 12 de julho, Flores em 15, Graciosa em 17, São Jorge em 23 e Pico em 27.

Segundo Gustavo Tato Borges, as restantes três ilhas do arquipélago, onde existem hospitais, não deverão ter de "esperar muito mais".

"O Faial está numa situação favorável, não tem assim tanta gente que falte para os 70% da população inoculada. A Terceira e São Miguel têm um conjunto maior de pessoas para serem vacinadas. Poderá demorar mais um bocadinho. Vai depender desta aceleração que vai ser possível fazer. Acreditamos que até finais de julho estas duas ilhas tenham 70% das pessoas vacinadas com duas doses", frisou.

Até hoje foram administradas nos Açores 160.761 doses de vacinas contra a Covid-19, a 109.358 pessoas (44,3% da população, segundo os Censos de 2011), das quais 79.478 têm vacinação completa (32,2%).

Os Açores têm atualmente 267 casos ativos de infeção pelo novo coronavírus, que provoca a doença Covid-19, estando 265 em São Miguel, um nas Flores e um no Faial.

Desde o início da pandemia foram diagnosticados na região 5.767 casos de infeção, tendo ocorrido 5.337 recuperações e 33 mortes. Saíram do arquipélago sem terem sido dadas como curadas 79 pessoas e 51 apresentaram comprovativo de cura anterior.

Leia Também: Açores têm hoje 25 novos casos, 24 dos quais detetados em São Miguel

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório