Meteorologia

  • 25 JUNHO 2021
Tempo
23º
MIN 18º MÁX 33º

Edição

Morreu Tomás Vilaça, o menino com cancro a quem o Papa telefonou

Criança tinha sete anos e lutava contra um neuroblastoma, o cancro pediátrico mais letal.

Morreu Tomás Vilaça, o menino com cancro a quem o Papa telefonou

Morreu Tomás Vilaça, o menino com cancro a quem o Papa Francisco telefonou, avança, este domingo, o Jornal de Notícias. A criança tinha sete anos e lutava contra um neuroblastoma, o cancro pediátrico mais letal. 

Na página de Facebook 'Pelos Sonhos do Tomás' a família contava o quotidiano do menor, que chegou a ir a Barcelona, em Espanha, para realizar um tratamento. 

Em 5 de maio passado, uma publicação dava conta de que "depois de dias tão bonitos, a saúde do nosso Tomás" tinha vindo "a debilitar-se". Antecipando o aniversário - que apenas ocorria a 22 de maio - o "Tommy pediu a festa de anos" em 6 de maio: "Assim, houve festa dentro das possibilidades do nosso menino! Cantaram-se os parabéns e o nosso príncipe comeu as suas salsichas favoritas", partilharam com os portugueses. 

Já em março, no dia 17, a família de Tomás recebeu uma chamada do Papa Francisco. "Hoje foi um dia verdadeiramente abençoado. Eis que esta tarde recebemos uma chamada de Sua Santidade, Papa Francisco, em resposta a uma carta que enviámos recentemente", revelaram, apontando tratar-se de "uma chamada totalmente inesperada, mas recheada de esperança e alento".

"Numa semana tão desafiante, estamos profundamente gratos a Sua Santidade, Papa Francisco, pela proximidade e grande generosidade demonstradas para com o nosso Tomás, permitindo-nos atingir a plenitude de saber que estamos a fazer tudo o que está ao nosso alcance pelo nosso filho", destacaram também. 

Tomás era descrito como tendo um "coração gigante, cheio de ideias, olhos doces e pestanudos cujos abraços sabem a mel" e com "sorrisos que parecem dias de verão felizes". Foi diagnosticado com a doença em setembro de 2019.

"O mundo desabou sobre as nossas cabeças quando nos disseram 'Pais, o Tomás tem um Neuroblastoma que é um Cancro, agressivo, invasivo' e o mundo pareceu parar e andar ao mesmo tempo, tudo ficou turvo e confuso", descreveram, na mesma página, os progenitores. 

[Notícia atualizada às 10h16]

Leia Também: Governo aponta à redução de 50% de mortes precoces por cancro até 2030

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório