Meteorologia

  • 25 OUTUBRO 2020
Tempo
19º
MIN 13º MÁX 19º

Edição

Conferência Episcopal lamenta perda de Bispo, uma "mente aberta"

A Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) lamentou a morte do bispo de Viana do Castelo, Anacleto Oliveira, hoje num acidente de viação, lembrando-o como "uma mente aberta e esclarecida acerca da Igreja".

Conferência Episcopal lamenta perda de Bispo, uma "mente aberta"
Notícias ao Minuto

22:57 - 18/09/20 por Lusa

País Óbito/Bispo de Viana

Em comunicado, a CEP refere que recebeu com "grande tristeza" a "inesperada notícia" da morte de Anacleto de Oliveira, que tinha celebrado recentemente 50 anos de ordenação sacerdotal e 10 anos como pastor da Diocese de Viana do Castelo.

"Eram conhecidas as competências de D. Anacleto como biblista e homem de cultura, constantemente atento às realidades concretas da nossa sociedade, extremamente dedicado aos sacerdotes e aos fiéis que servia pastoralmente, sempre solícito nas ações comuns da Igreja em Portugal", afirma o comunicado da CEP, que recorda o percurso do bispo de Viana do Castelo neste organismo ao longo de 15 anos como bispo.

Anacleto de Oliveira presidia à Comissão de Tradução da Bíblia para português a partir dos textos originais e, desde junho passado, era presidente da Comissão Episcopal da Liturgia e Espiritualidade.

Em declarações à Ecclesia, o presidente da CEP e bispo de Setúbal, José Ornelas, afirmou que recebeu com choque a morte de "um grande bispo e um grande amigo", deixando uma nota de gratidão pelo seu "trabalho muito fecundo na diocese e na Igreja portuguesa".

"Quero manifestar à família e à Igreja de Viana do Castelo, a que ele presidia, as nossas condolências e a solidariedade da Igreja portuguesa", disse o presidente da CEP.

Também em declarações à Ecclesia, o cardeal-patriarca de Lisboa, Manuel Clemente, manifestou "tristíssima surpresa" pela morte do bispo de Viana do Castelo, elogiando o "seu trabalho, quer na diocese quer na Conferência [Episcopal], concretamente no âmbito da Liturgia, um trabalho sempre incansável, exigente, meticuloso, generoso".

O bispo de Viana do Castelo, Anacleto Oliveira, morreu hoje, aos 74 anos, na sequência do despiste do automóvel que conduzia na Autoestrada do Sul (A2) perto de Almodôvar, no distrito de Beja, disse à Lusa fonte da sua diocese.

De acordo com fonte da GNR, o bispo de Viana do Castelo era o único ocupante do veículo ligeiro de passageiros que se despistou na A2 e o óbito foi declarado no local do acidente, tendo o corpo sido encaminhado para o serviço de medicina legal do hospital de Beja.

A Câmara Municipal de Viana do Castelo decretou dois dias de luto municipal pela morte do bispo Anacleto Oliveira.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório