Meteorologia

  • 25 OUTUBRO 2020
Tempo
15º
MIN 13º MÁX 19º

Edição

Beirute: "Até ao momento", não há informação de portugueses afetados

"Até ao momento, não foi possível obter informações relativamente ao envolvimento de portugueses nas explosões que ocorreram hoje em Beirute", referiu a Secretaria de Estado das Comunidades Portuguesas em resposta ao Notícias ao Minuto.

Beirute: "Até ao momento", não há informação de portugueses afetados

Duas violentas explosões assolaram, na tarde desta terça-feira, a cidade de Beirute, capital do Líbano. Há a registar pelo menos 30 vítimas mortais e milhares de feridos. Questionada pelo Notícias ao Minuto, a Secretaria de Estado das Comunidades Portuguesas informou que "até ao momento, não foi possível obter informações relativamente ao envolvimento de portugueses nas explosões que ocorreram hoje em Beirute"

"A Embaixada de Portugal em Nicósia (em Chipre) está a acompanhar a situação e em contacto com diversos interlocutores, designadamente com autoridades locais, com autoridades locais, com a embaixada do Líbano em Nicósia e com a delegação da União Europeia", avança a tutela.

Posteriormente a este contacto, ao início da noite, a SIC Notícias deu conta, porém, de uma cidadã portuguesa que precisou de receber assistência hospitalar devido a ferimentos ligeiros provocados por estilhaços de vidros. Mas, segundo a televisão, já está a recuperar em casa.

De recordar que as explosões ocorreram na zona portuária da cidade e o número de vítimas mortais é avançado pelo ministério da Saúde libanês, citado pela agência Reuters. O ministro da Saúde, Hamad Hasan, confirmou ainda que há mais de três mil feridos.

Um responsável da Cruz Vermelha do Líbano já tinha referido que centenas de pessoas feridas e estão a ser levadas para os hospitais. Outros continuam presos nas suas casas devido aos escombros.

Segundo a AP, as explosões partiram janelas a quilómetros de distância. Algumas emissoras de televisão locais indicaram, e as autoridades já confirmaram, que a explosão ocorreu numa área onde estava armazenado fogo de artifício. Eram visíveis nuvens de fumo laranja sobre a cidade e os 'media' locais já transmitiram imagens de pessoas presas em escombros, algumas cobertas de sangue.

As circunstâncias e pormenores da explosão continuam a ser desconhecidos.

O primeiro-ministro do país já anunciou um dia de luto pelas vítimas da explosão a ser realizado amanhã, quarta-feira. O Conselho Supremo de Defesa em Beirute vai realizar esta noite uma reunião de emergência com o presidente Michel Aoun para "discutir as repercussões da explosão".

Também a União Europeia já ofereceu auxílio ao Líbano. Através do Twitter o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, deu conta de que "a UE está pronta para prestar assistência e apoio. Mantenham-se fortes".

[Notícia atualizada às 21h48]

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório