Meteorologia

  • 07 JUNHO 2020
Tempo
25º
MIN 17º MÁX 25º

Edição

Covid-19: Diocese do Porto disponibiliza 128 camas em Ovar e Valongo

A Diocese do Porto disponibilizou às câmaras de Ovar e Valongo instalações que detém naqueles concelhos, com um total de 128 camas, para eventual acolhimento de pessoas infetadas pelo novo coronavírus.

Covid-19: Diocese do Porto disponibiliza 128 camas em Ovar e Valongo
Notícias ao Minuto

16:42 - 29/03/20 por Lusa

País Covid-19

Um comunicado diocesano, hoje divulgado, detalha que na cidade de Ermesinde, concelho de Valongo, distrito do Porto, a Igreja Católica disponibilizou à autarquia o pavilhão n.º 4 do Seminário do Bom Pastor (Casa da Juventude).

As instalações estão dotadas com 75 camas e diversos espaços de apoio.

Já em Cortegaça, no município de Ovar, distrito de Aveiro, foi oferecida à Câmara Municipal a "Casa de São Paulo", com 53 quartos.

"Se as circunstâncias o exigirem, a Casa de São Paulo também será usada para isolar pessoas ou como estrutura para-hospitalar", afirma o comunicado difundido na página eletrónica diocesana.

No dia 17, o Governo declarou o concelho de Ovar em estado de calamidade pública.

A pedido da Segurança Social, revela a Igreja Católica do Porto, "está a ser feito o levantamento de estruturas paroquiais (centros pastorais, residências não habitadas, salões, entre outros) para eventual acolhimento de utentes não contaminados que tenham de ser retirados de lares da terceira idade.

"Procura-se que, quanto possível, essas pessoas permaneçam no seu ambiente local", refere o comunicado da diocese dirigida por Manuel Linda.

"Desde o seu início, a Diocese levou muito a sério esta pandemia. Por isso, estabeleceu normas restritas e cancelou celebrações muito antes de as autoridades sanitárias terem dado orientações nesse sentido. Agora, está focada no socorro aos infetados, na prevenção e na ajuda aos profissionais que se encontram no terreno", afirma o bispo.

A diocese abrange a quase totalidade do distrito do Porto e parte do de Aveiro. E dos 5.962 casos de covid-19 confirmados hoje a nível nacional pela Direção Geral de Saúde, 1.903 reportam-se a sete municípios da área diocesana.

O Paço Episcopal do Porto está, entretanto, a contactar as administrações de seis hospitais da região "para se ver que é que faz mais falta" e que possa se comprado com a ajuda financeira da Igreja Católica, no âmbito de uma campanha a lançar "com o contributo de toda a Diocese".

Os hospitais em causa são os Penafiel, Porto (dois, São João e Santo António), Matosinhos, Vila Nova de Gaia e Santa Maria da Feira.

A iniciativa é uma alternativa à ideia inicial da Diocese de oferecer, em conjunto com a Irmandade dos Clérigos, um ventilador a cada um daqueles seis hospitais.

Essa ideia gorou-se por "indisponibilidade do mercado", segundo a Diocese.

Portugal encontra-se em estado de emergência desde 22 de março e até 02 de abril, obrigando as populações a limitar as deslocações a razões imponderáveis.

Uma das consequências é a não realização de cultos religiosos nos moldes tradicionais.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 600 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram quase 28.000.

Dos casos de infeção, pelo menos 129.100 são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório