Meteorologia

  • 03 ABRIL 2020
Tempo
20º
MIN 8º MÁX 20º

Edição

Presidente Marcelo envia condolências pela morte de infanta Pilar

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, enviou hoje ao rei Felipe VI de Espanha e ao rei emérito Juan Carlos condolências pela morte da Infanta Pilar de Borbón, lembrando-a como "grande amiga de Portugal", onde residiu.

Presidente Marcelo envia condolências pela morte de infanta Pilar

"Grande amiga de Portugal, onde residiu durante anos e onde casou em 1967, Dona Pilar visitava frequentemente o nosso país", lê-se na mensagem publicada na página da internet da Presidência da República.

Na nota, o Palácio de Belém divulga que Marcelo Rebelo de Sousa "enviou ao Rei Felipe VI de Espanha e ao rei emérito Juan Carlos, sentidas condolências pelo falecimento da Infanta Dona Pilar de Espanha, sua tia e irmã, respetivamente".

"O Presidente da República, que com ela se encontrou por numerosas vezes, nomeadamente no quadro do Rastrillo, a que a Infanta copresidia, lembra já com saudade Dona Pilar, a sua candura e preocupação social e filantrópica", acrescenta-se na mensagem.

A infanta Pilar de Borbón morreu hoje em Madrid aos 83 anos de idade, depois de estar internada numa clínica desde o domingo passado.

A duquesa de Badajoz foi diagnosticada no ano passado com um cancro do cólon, o que a obrigou a submeter-se a uma cirurgia em fevereiro de 2019 e a um tratamento de quimioterapia.

Quando tinha nove anos, em fevereiro de 1946, a tia do atual rei Felipe VI, mudou-se, acompanhando a sua família, para o Estoril, Portugal, onde viveu até se ter casado em maio de 1967 com Luis Gómez-Acebo, numa cerimónia no Mosteiro dos Jerónimos.

Durante os 20 anos que esteve em Portugal, a infanta, que falava português, fez o ensino secundário no Colégio do Sagrado Coração de Maria, em Lisboa, e depois estudou três anos na antiga Escola Superior de Enfermagem de Artur Ravara, em Lisboa.

Segundo a agência EFE, o rei emérito, Juan Carlos, e a rainha Sofia deslocaram-se na terça-feira ao hospital em que estava internada Pilar de Borbón, depois de terem tido conhecimento do estado muito grave em que se encontrava, tendo abandonado a clínica hoje, algumas horas depois de ter sido declarado o óbito.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório