Meteorologia

  • 19 OUTUBRO 2019
Tempo
17º
MIN 14º MÁX 19º

Edição

Marcelo chega hoje a Nova Iorque e reúne-se com Guterres

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, chega hoje a Nova Iorque, onde irá reunir-se com o secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, na véspera da Cimeira da Ação Climática.

Marcelo chega hoje a Nova Iorque e reúne-se com Guterres

O chefe de Estado desloca-se aos Estados Unidos da América em voo comercial, com chegada prevista para as 13:25 locais (18:25 em Lisboa), para participar e intervir na Cimeira da Ação Climática, na segunda-feira, e no debate geral da 74.ª Assembleia-geral da ONU, que começa na terça-feira.

Marcelo Rebelo de Sousa, que chega a Nova Iorque em dia de eleições regionais na Madeira, ficará até quarta-feira, com vários encontros bilaterais à margem desta sessão da Assembleia-geral das Nações Unidas, o primeiro dos quais será hoje à tarde, com o Presidente da Colômbia, Iván Duque.

O encontro com António Guterres está marcado para as 19:35 locais (00:35 de segunda-feira em Lisboa), no gabinete do secretário-geral das Nações Unidas.

Na segunda-feira, o chefe de Estado fará uma intervenção na Cimeira da Ação Climática, convocada por Guterres, na qual se pretende que os líderes mundiais apresentem os seus planos para cumprir os objetivos do Acordo de Paris que visam limitar a subida da temperatura global.

Marcelo Rebelo de Sousa, que deverá falar cerca das 12:30 locais (17:30 em Lisboa), antecipou, na sexta-feira, em Viseu, que irá apresentar os compromissos já assumidos por Portugal para cumprir aquelas metas e defendeu que o país "está a dar um exemplo com o seu roteiro" para a descarbonização.

Além disso, adiantou que irá fazer um agradecimento ao secretário-geral da ONU pela sua ação em matéria ambiental e disse esperar que "um dia seja reconhecido a vários níveis esse seu contributo a favor da paz".

O Presidente português foi um dos mais de 30 chefes de Estado e de Governo que, em vésperas desta cimeira, se juntaram num apelo à comunidade internacional e aos Estados subscritores do Acordo de Paris para que 2019 seja "o ano da ambição climática".

Na terça-feira tem início o debate geral da 74.ª sessão da Assembleia-geral da ONU e, segundo a lista das Nações Unidas, o chefe de Estado português será o segundo a intervir no período da tarde, depois do presidente de Angola, João Lourenço.

Na abertura do debate geral, de manhã, o primeiro a discursar será o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, seguindo-se o presidente dos Estados Unidos da América, país anfitrião, Donald Trump, como é tradição.

À margem desta 74.ª sessão da Assembleia-geral das Nações Unidas, Marcelo Rebelo de Sousa tem ainda previstos encontros bilaterais com os presidentes do Egito, Abdel Fattah al-Sisi, do Quénia, Uhuru Kenyatta, do Níger, Mahamadou Issoufou, e com o primeiro-ministro de Andorra, Antoni Martí.

Na terça-feira, Marcelo Rebelo de Sousa irá intervir num evento sobre economia sustentável dos oceanos, copatrocinado por Portugal, e na quarta-feira falará na sessão de abertura de uma iniciativa da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO) sobre o futuro da educação.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório