Meteorologia

  • 16 JULHO 2019
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 19º

Edição

Rui Manuel Ferreira Henrique é o novo presidente do IPO/Porto

O professor e investigador Rui Manuel Ferreira Henrique foi hoje designado pelo Governo para o cargo de presidente do Instituto Português de Oncologia (IPO) do Porto, sucedendo a Laranja Pontes, que ocupava o cargo desde 2005.

Rui Manuel Ferreira Henrique é o novo presidente do IPO/Porto

Segundo o comunicado do Conselho de Ministros, foram ainda designados para vogais executivos do IPO/Porto Marta Alexandra Silva Soares, Inês Ribeiro Pereira Souto e Castro, Emanuel José Magalhães de Barros e Maria Fernanda Silva Soares.

Rui Manuel Ferreira Henrique desenvolve investigação no âmbito do grupo de Epigenética e Biologia do Cancro do IPO/Porto.

O novo presidente do IPO nasceu em 1968, no Porto, e concluiu a licenciatura em Medicina em 1992, com 18 valores, no Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS) da Universidade do Porto (UPorto), onde é professor catedrático convidado, de acordo com a página da Internet da UPorto.

Ainda segundo a página da UPorto, Rui Manuel Ferreira Henrique dirige, desde 2006, o Serviço de Anatomia Patológica e, desde 2011, o departamento de ensino e formação (EPOP) do IPO/Porto, sendo responsável pelas áreas de diagnóstico de Hematopatologia, Uropatologia e Nefropatologia.

O anterior presidente do IPO do Porto, Laranja Pontes, estava em gestão corrente há cerca de dois anos e meio, devido à limitação do número de mandatos, aguardando pela indicação de substituto.

Laranja Pontes, de 68 anos, especialista em cirurgia plástica, reconstrutiva e estética, era presidente do Conselho de Administração do IPO/Porto desde 31 de dezembro de 2005.

Foi detido no dia 29 de maio no âmbito da operação "Teia", relacionada com "viciação fraudulenta de procedimentos concursais e de ajuste direto", segundo um comunicado da Polícia Judiciária.

Laranja Pontes, que se reformou no sábado, saiu em liberdade nesse mesmo dia após o pagamento de uma caução de 20 mil euros, informou fonte judicial.

No âmbito da mesma operação foram detidos pela Polícia Judiciária os presidentes das câmaras de Barcelos, Miguel Costa Gomes, e de Santo Tirso, Joaquim Couto, bem como a empresária Manuela Couto, mulher de Joaquim Couto e administradora da W Global Communication, que já tinha sido constituída arguida em outubro, no âmbito da operação Éter, relacionada com o Turismo do Norte.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório