Meteorologia

  • 15 DEZEMBRO 2019
Tempo
16º
MIN 12º MÁX 17º

Edição

Procissão deu lugar a tragédia. O que se sabe sobre acidente nos Açores

Há dois mortos e 13 feridos a registar, com um dos casos a inspirar mais cuidados.

Procissão deu lugar a tragédia. O que se sabe sobre acidente nos Açores
Notícias ao Minuto

08:15 - 15/05/19 por Pedro Filipe Pina 

País ilha Terceira

Foi por volta das 20h30 (menos uma hora do que em Portugal Continental) que um momento religioso deu lugar à tragédia nos Açores.

Um condutor, de 32 anos de idade, perdeu o controlo de uma viatura ligeira de mercadorias e atingiu um grupo de pessoas que integrava uma procissão em honra de Nossa Senhora de Fátima. Duas pessoas morreram, outras 13 ficaram feridas.

A procissão estava a chegar à igreja das Quatro Ribeiras, na ilha Terceira, quando tudo aconteceu.

"Vínhamos a chegar à igreja quando, de forma inesperada, aparece uma carrinha vermelha que bate num grupo de pessoas que ia a acompanhar o andor de Nossa Senhora de Fátima. Naquele embate tão forte, duas senhoras morreram imediatamente", contou o padre Carlos Cabral em declarações à agência Lusa.

"Um senhor ia ao meu lado e foi apanhado pelo choque brutal da carrinha e caiu. Ficou ferido, mas foi uma coisa ligeira. Eu fiquei ileso porque vinha mais junto ao passeio", recordou ainda o padre Carlos Cabral. Na verdade, inicialmente a procissão nem era para ter sido nesta terça-feira. "Era para ter sido dia 13, mas como tinha serviço religioso numa outra paróquia, foi adiada", explicou.

As 15 vítimas do acidente têm entre 16 e 84 anos. As duas vítimas mortais são duas mulheres, de 68 e 84 anos de idade. Entre os feridos contam-se oito do sexo feminino e cinco do sexo masculino, a maior parte dos quais com mais de 40 anos.

Numa conferência de imprensa, o secretário regional da Saúde dos Açores, Rui Luís, que tutela a Proteção Civil, disse que entre os feridos existiam quatro casos considerados mais graves, sendo que um destes em particular se encontra "em situação mais delicada". Trata-se de uma mulher de 60 anos.Apesar de tudo, os feridos graves deste acidente encontram-se em situação estável.

O condutor do veículo não acusou nem álcool nem drogas, confirmaram entretanto as autoridades. O acidente ocorreu ao final do dia, com o condutor a adiantar às autoridades que terá ficado encandeado pelo sol, o que precipitou o acidente. 

Rui Luís, da Proteção Civil, adiantou ainda que foi enviada uma equipa de apoio psicossocial para o local da tragédia e uma outra para o Hospital da Ilha Terceira, para dar apoio a vítimas e familiares. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório