Meteorologia

  • 05 DEZEMBRO 2019
Tempo
14º
MIN 10º MÁX 16º

Edição

Alemães feridos em tragédia na Madeira regressam hoje a casa

O transporte vai ser feito num avião-hospital da Força Aérea alemã, um A310 transformado para acomodar os feridos. Operação deverá estar concluída pela hora do almoço.

Alemães feridos em tragédia na Madeira regressam hoje a casa

Os 12 feridos alemães que ficaram feridos no trágico acidente no Caniço, na Madeira, vão ser transferidos este sábado para a Alemanha.

As ambulâncias têm saído do Hospital Nélio Mendonça, numa operação que é coordenada pelo Serviço Regional de Saúde e pela Proteção Civil e que conta com Bombeiros Voluntários Madeirenses, Sapadores Bombeiros do Funchal, Câmara de Lobos, Santa Cruz, Cruz Vermelha Portuguesa e ambulâncias do SESARAM. Batedores da Polícia de Segurança Pública vão escoltar os veículos durante o percurso.

A maior parte dos feridos que entrou no Hospital já tiveram alta, ficando, agora, internados apenas os dois portugueses e um turista alemão que não seguiu hoje para a Alemanha por motivos clínicos. Entretanto, ainda durante o dia de sexta-feira, um dos feridos foi transportado para o seu país.

Quando se ponderava a transferência, foi explicado que esta não se deve à situação clínica dos pacientes, mas sim de uma questão de proximidade, para estarem mais próximos das famílias e dos amigos. Os feridos têm sido acompanhados por uma equipa médica, por psicólogos e por um tradutor.

A operação deve demorar cerca de duas horas, sendo que a viagem demora 20 minutos entre o hospital ao Aeroporto da Madeira, de onde serão transportados num avião-hospital da Força Aérea alemã, um A310 transformado para acomodar os feridos. A viagem de avião deverá demorar entre quatro a cinco horas.

De sublinhar que as autópsias às 29 vítimas mortais resultantes do trágico acidente que ocorreu na passada quarta-feira já foram concluídas, aguardando-se este sábado informação, por parte das autoridades alemãs, sobre o ADN das vítimas que permita a sua identificação. 

Recorde-se que dos 16 feridos que estão internados, 14 são de nacionalidade alemã e dois são portugueses.

Nos últimos dias, o ministro dos Negócios Estrangeiros visitou o local do acidente com o homólogo português, Augusto Santos Silva. Esta sexta-feira, foi também a vez de Marcelo de prestar as suas homenagens às vítimas mortais e visitar os feridos. Antes de deixar a ilha da Madeira, o Presidente da República deu conta de ter cumprido as missões a que se propôs nesta visita.

O acidente de quarta-feira, no Caniço, concelho de Santa Cruz, provocou 29 mortos. As vítimas mortais, 11 homens e 18 mulheres, eram todas de nacionalidade alemã.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório