Meteorologia

  • 18 AGOSTO 2019
Tempo
20º
MIN 20º MÁX 20º

Edição

Livros de textos do arquiteto Álvaro Siza lançados hoje em Lisboa

Um conjunto de três livros que reúnem textos da autoria do arquiteto Álvaro Siza, nos quais aborda várias temáticas, desde a arquitetura, a poesia ou o cinema, vai ser hoje lançado na Ordem dos Arquitetos, em Lisboa.

Livros de textos do arquiteto Álvaro Siza lançados hoje em Lisboa
Notícias ao Minuto

15:26 - 03/04/19 por Lusa

País Ensino

Os livros '01Textos', '02Textos' e '03Textos', publicados pela editora Parceria AM Pereira, e prefaciados e organizados por Carlos Campos Morais, serão lançados numa sessão às 18h00 de hoje com a presença do autor, Álvaro Siza.

Nos textos, o arquiteto nascido em 1933 e detentor do Pritzker 1992 aborda inúmeras temáticas, desde a escultura, a pintura, o cinema, o ballet, a literatura, ou a poesia.

Os três volumes, cuja apresentação estará a cargo do arquiteto António Choupina, percorrem uma ordem cronológica, sendo o primeiro, o mais volumoso, entre 1963 e 2008, agora reeditado, mas revisto, e os restantes até 2018.

"Siza, como Almada Negreiros, tocou, toca, várias artes, sendo dominante, iniludivelmente, a arquitetura", aponta o prefácio de Carlos Campos Morais.

Nascido em Matosinhos, Álvaro Siza tem desenvolvido uma atividade por múltiplas expressões artísticas, desde o desenho, azulejaria, tapeçaria, escultura, design de móveis e objetos, joalharia, e o grafismo.

A expressão escrita, "tão singular como a arquitetónica, encontra-se no registo de infindáveis entrevistas, de conferências, palestras, discursos de aceitação de doutoramentos honoris causa ou outros, suportes multimédia, catálogos, livros diversos, etc., onde se encontra e se partilha a sua experiência, as suas dúvidas, o seu traço e o seu génio e onde permanecerá para memória futura", acrescenta o prefaciador.

Álvaro Siza Vieira estudou na Escola de Belas Artes do Porto, onde foi professor, e tem projetos desde a Ásia à América Latina, e na Europa, tendo assinado em Portugal obras emblemáticas como, entre outras, o Pavilhão de Portugal, e a reconstrução da zona do Chiado, em Lisboa, destruída depois do incêndio de 1988, e o Museu de Arte Contemporânea de Serralves, no Porto.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório