Meteorologia

  • 22 JULHO 2019
Tempo
28º
MIN 21º MÁX 33º

Edição

'Duas ou quatro rodas, há espaço para todos' vai reforçar a fiscalização

A Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR) promove, a partir de domingo e durante uma semana, a operação "Duas ou quatro rodas, há espaço para todos" com reforço das ações de fiscalização em todo o país.

'Duas ou quatro rodas, há espaço para todos' vai reforçar a fiscalização

Em comunicado hoje divulgado, a ANSR explica que a operação da GNR e da PSP, terá uma "atitude proativa e dissuasora da sinistralidade rodoviária, através da intensificação das ações de fiscalização de trânsito", visando a partilha da via, de forma segura e responsável, entre automóveis e motociclos.

As ações de fiscalização rodoviárias irão incidir essencialmente no excesso de velocidade, ultrapassagens irregulares, mudanças irregulares de vias de trânsito, não sinalização de manobras, desrespeito pela sinalização e pelas regras de prioridade, deficientes condições de segurança dos veículos e não utilização ou utilização incorreta de dispositivos de segurança.

A operação de fiscalização será acompanhada por uma campanha de sensibilização sobre os comportamentos de risco através de folhetos que serão distribuídos pela GNR e pela PSP, em 136 moto clubes e em cerca de 250 concessionários de veículos de duas rodas a motor.

Os últimos dados divulgados pela ANSR dão conta de 83 mortos nas estradas portuguesas nos primeiros dois meses do ano (mais um do que em igual período de 2018).

Segundo a ANSR, que reúne dados da PSP e da GNR, além do aumento do número de vítimas mortais em termos homólogos, o número de acidentes também aumentou ligeiramente este ano, registando-se, entre 01 de janeiro e 28 de fevereiro, 20.322 desastres, mais 185 do que em igual período do ano passado, quando se registaram 20.137.

Também os feridos graves aumentaram até 28 de fevereiro, tendo sofrido ferimentos graves 283 pessoas, mais 36 do que no mesmo período de 2018.

Os dados mostram que, desde 2016, o número de mortos tem vindo aumentar, sendo contabilizados, nos dois primeiros meses do ano, o maior número de vítimas mortais dos últimos quatro anos, quando comparados por períodos homólogos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório