Meteorologia

  • 15 NOVEMBRO 2019
Tempo
MIN 8º MÁX 13º

Edição

No Palácio de Belém só se vai beber água de torneira

Presidência da República deu um passo na eficiência dos recursos ao optar por consumir (e dar a consumir aos convidados) água da rede pública nas diversas salas e zonas comuns do Palácio de Belém.

No Palácio de Belém só se vai beber água de torneira

Desde esta quinta-feira, quem visitar o Palácio de Belém só vai beber água da torneira. Isto porque a Presidência da República e a EPAL firmaram uma parceria que visa “reconhecer o compromisso do mais alto órgão de soberania da Nação na gestão da eficiência de recursos”, consumindo água da rede pública.

No âmbito desta parceria, dá conta a empresa em comunicado, a EPAL disponibilizou à Presidência jarros de vidro para as áreas comuns e garrafas para as diversas salas emblemáticas da residência oficial do Presidente da República, no Palácio de Belém, onde têm lugar, nomeadamente, encontros com personalidades políticas do panorama nacional e internacional e atos oficiais de maior relevo.

A água captada e distribuída pela EPAL, salienta a empresa, apresenta níveis de qualidade absolutamente exemplares e serve cerca de 3 milhões de pessoas em Portugal. 

"Como resultado desta parceria, a Presidência da República - que desde sempre consome água da torneira -  reconhece agora este bem como uma escolha de eleição", realça ainda a EPAL. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório