Meteorologia

  • 21 FEVEREIRO 2019
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 18º

Edição

Armando Vara já está na cadeia de Évora para ser preso. "Sou inocente"

O antigo governante foi condenado a cinco anos de prisão que começou a cumprir a partir desta quarta-feira, dia 16 de janeiro.

Armando Vara já está na cadeia de Évora para ser preso. "Sou inocente"
Notícias ao Minuto

16:45 - 16/01/19 por Patrícia Martins Carvalho 

País Face Oculta

Faltavam cerca de 15 minutos para as 17h00 quando Armando Vara chegou, esta quarta-feira, ao Estabelecimento Prisional de Évora onde vai cumprir a pena a que foi condenado.

Aos jornalistas que aguardavam a sua chegada, o antigo governante confessou tratar-se de um “momento difícil” e afirmou entregar-se às autoridades com uma “indignação contida”.

“Venho cumprir uma pena que considero extremamente injusta. Sou inocente e não há nenhuma prova que possa dizer o contrário”, garantiu. 

Um “momento difícil” foi também o termo escolhido pelo advogado de Armando Vara, Tiago Rodrigues Bastos, para descrever o momento em que o seu cliente se entregou aos serviços prisionais.

“Para mim, como advogado, é um momento difícil porque não considero que tenha sido uma decisão justa, é errada sob todos os pontos de vista”, afirmou.

Recorde-se que, também esta quarta-feira, João Tavares, outro dos condenados no processo Face Oculta, também se entregou para cumprir a respetiva pena de prisão que deverá levar a cabo no estabelecimento prisional ou do Montijo ou de Setúbal, não soube precisar a advogada.

Armando Vara foi condenado a uma pena de cinco anos de prisão efetiva  por três crimes de tráfico de influência. Já João Tavares, ex-funcionário da Petrogal, foi condenado a cinco anos e nove meses de prisão por ter recebido 12.500 euros de Manuel Godinho para "facilitar" o negócio dos resíduos ao sucateiro na refinaria de Sines.

O terceiro arguido já condenado a pena de prisão efetiva é Manuel Guiomar, ex-funcionário da Refer condenado a seis anos e meio de prisão, que, ontem, se entregou voluntariamente no Estabelecimento Prisional de Évora para cumprir a sua pena, mas não foi admitido por não preencher os requisitos necessários, uma vez que a cadeia alentejana é direcionada a detidos e reclusos que exercem ou exerceram funções em forças ou serviços de segurança, bem como detidos e reclusos carecidos de especial proteção.

Segundo disse a advogada ao Notícias ao Minuto, Manuel Guiomar deverá entregar-se até sexta-feira de manhã no estabelecimento prisional de Castelo Branco.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório