Meteorologia

  • 15 JUNHO 2024
Tempo
22º
MIN 14º MÁX 22º

Da revolta à reviravolta. Benfica vence e adia título do Sporting

Jogo com muita contestação por parte dos adeptos acabou bem para o Benfica. Marcos Leonardo entrou e bisou.

Da revolta à reviravolta. Benfica vence e adia título do Sporting
Notícias ao Minuto

20:02 - 27/04/24 por David Silva

Desporto I Liga

O Benfica venceu em casa, o Sp. Braga, por 3-1, num jogo dominado por incidências extra-campo. Os bracarenses marcaram primeiro, na primeira parte, por intermédio de Ricardo Horta, que até já esteve em vias de jogar nos encarnados. Na segunda parte, o brasileiro Marcos Leonardo empatou o placard e David Neres consumou a reviravolta.

O Sp. Braga apresentou-se com um sistema tático em 4-1-4-1, com Cher Ndour, antigo jogador do Benfica, a ser a surpresa no meio-campo dos bracarenses, como pivô defensivo. Já Roger Schmidt apostou na mesma em Arthur Cabral, mas fez regressar Aurnses do lado esquerdo da defesa em vez de Álvaro Carreras.

Uma primeira parte onde o futebol não esteve no primeiro plano de importância, no Estádio da Luz. Mas já lá vamos. No início do jogo, o Braga parecia mais confortável com bola, a remeter o Benfica à expectativa. No entanto, foi o Benfica o primeiro a ameaçar o golo. Bola na barra a cabeceamento de Arthur Cabral, após um primeiro cruzamento de Di María bem executado.

O Sp. Braga reagiu com alguém que viria a ser feliz. Remate forte de Ricardo Horta a defesa de Trubin, aos 19 minutos, a controlar o lance. Mas o golo dos visitantes veio mesmo a acontecer. Uma bela abertura pela direita abriu espaço a Álvaro Djaló, rapidíssimo, a beneficiar de uma abordagem descuidada de Nicolas Otamendi. Com a linha de fundo ao seu dispor, Djaló cruzou rasteiro para Ricardo Horta. O extremo do Braga surgiu no sítio certo e atirou para dentro da baliza.

Após um primeiro momento de silêncio geral na Luz, ainda a tentar compreender o que tinha acontecido, os adeptos das claques benfiquistas começaram por desenrolar uma tarja que dizia “Presidente, o nosso amor não tem limite”. Depois, lançaram tarjas para dentro do relvado, e entoaram cânticos contra Schmidt. Restou a João Pinheiro parar o jogo, durante largos minutos.

A impaciência reinava no Estádio da Luz e os restantes adeptos chegaram até a criticar os adeptos das claques organizadas – “Palhaços”, gritavam em uníssono. Um ambiente de discórdia, que condicionou o fluxo do jogo no que restou da primeira parte.

Filme diferente na segunda parte, com maior pressão do Benfica

Depois de um descanso necessário para acalmar os ânimos, a segunda parte iniciou-se. Logo aos 51’, Roger Schmidt promoveu uma alteração na equipa, talvez a pedir mais largura à equipa. Álvaro Carreras entrou para o lado esquerdo, enquanto Aursnes ficou do lado direito. Bah saiu.

Matheus ia salvando o Braga, na sequência de canto, com Carreras a rematar a figura do guardião, que se saiu bem. Di María também obrigou Matheus a nova intervenção aos 65’. O golo do Benfica veio mesmo a chegar, depois de algumas alterações promovidas por Roger Schmidt. Orkun Kokçu entrou ao lado de Marcos Leonardo, e o brasileiro marcou o golo do empate, na sequência de um ressalto oportuno.

A partir daí, o Benfica carregou e chegou ao golo já no fim dos noventa. Angel Di Maria subiu pelo corredor esquerdo, cruzou muito bem e David Neres cabeceou, no sítio certo, para dentro da baliza. Alívio para Roger Schmidt que, assim, adia a festa do título do Sporting, pelo menos, para a próxima jornada. Marcos Leonardo ainda marcou outro, praticamente no último minuto, e assegurou o prémio de melhor do jogo. 

Momento do jogo: Apesar da reviravolta, a contestação dos adeptos das claques organizadas fez parar o encontro e mostrou a divisão entre associados e Roger Schmidt. Avizinham-se multas.

Onzes

Benfica: Trubin; Bah, António Silva, Otamendi e Aursnes; Florentino, João Mário, Di María, Rafa e David Neres; Arthur Cabral.

Sp. Braga: Matheus, Borja, Niakaté, Paulo Oliveira, Victor Gomez, João Moutinho, Zalazar, Cher Ndour, Ricardo Horta, Alvaro Djaló e Banza.

Antevisão

O Benfica joga com o Sp. Braga neste sábado a partir das 18 horas, em jogo da 31.ª jornada da I Liga nacional. No mesmo dia em que se elege o novo presidente do FC Porto e um dia antes do decisivo Sporting-FC Porto.

Pode haver um novo campeão nacional já nesta jornada, apesar de ser improvável. Tinha de haver uma vitória do Sp. Braga e um triunfo do Sporting. No entanto, o Sp. Braga procura também assegurar o terceiro lugar, portanto deverá dar o seu melhor na Luz.

Acompanhe o jogo em direto com o Desporto ao Minuto a partir das 18 horas. 

Leia Também: Premier League: Siga em direto os resultados e marcadores da 35.ª jornada

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório